Blood & Truth era um dos jogos mais esperados do PlayStation VR desde seu anúncio. No entanto, ele entrega apenas parte da experiência que muita gente imaginava. Seguindo os moldes da demo “London Heist”, presente no título de introdução dos óculos de realidade virtual, o VR Worlds, ele tem muitos altos e baixos para ser considerado um grande game.

A experiência é super divertida, mas pode tornar-se frustrante por conta de um problema técnico aqui e outro ali. A começar pela questão dos controles. Ele é muito melhor quando você tem os PS Moves. No DualShock 4, é impossível o jogador obter uma performance satisfatória. Até mesmo com os bastõezinhos ele não tem o melhor dos trackings.

E a grande questão com Blood & Truth é que ele não tem nem aquela desculpa de muitos jogos que foram lançados no ano passado ou retrasado. O PSVR já está no mercado há algum tempo e a tecnologia não é mais tão nova. Ou seja, espera-se que, pelo menos nesse aspecto de rastreio, e nos movimentos, uma produção de alto nível acerte. Contudo, não é o caso.

Chá das Cinco

Blood & Truth é tão britânico quanto o chá das cinco. O God Save The Queen. James Bond. A inspiração no agente 007 e nos filmes de ação do Reino Unido é claríssima. Por isso, pode-se dizer que é uma produção com a assinatura do London Studios. E não poderia ser diferente.

Blood and Truth

É justamente nessa ambientação que o título mais brilha. A imersão é incrível. Tanto nos cenários quanto no enredo e na construção dos personagens. Toda essa construção é muito bem feita. A história de “vingança” te prende, há uma série de cenários interessantes e o visual ajuda.

São 19 missões na história, cada uma com prédios, inimigos e um enredo que tem um background bem amarrado. A inteligência artificial é simples, mas tem cenas com muitos inimigos, e isso acaba deixando a coisa mais difícil. A cada fase, você sente mesmo aquela “recompensa” de alcançar o objetivo final.

Por isso, é uma pena que o aspecto técnico não consiga “aguentar as pontas”. As mecânicas de shooter são boas, e os tiroteios podem ser bem satisfatórios. Especialmente quando você tem duas pistolas, uma em cada mão. A dinâmica de recarregar, mirar e atirar é muito bem feita.

Blood and Truth

O jogador deve puxar a arma do coldre, atirar, e quando precisar recarregar, é necessário fazer o movimento de aproximar o braço da munição. É realista na medida certa. Só que nem sempre funciona bem, e aí começam os problemas de Blood & Truth.

Tiro pela culatra

O rastreio de movimentos com a câmera falha, e se isso acontecer em algum momento “errado”, é fatal. E acontece. Mais do que deveria. Nos testes feitos pelo Meu PS4, em diversas ocasiões, isso atrapalhou a jogatina. Há um dado movimento, que você precisa “escalar” uma parede, que é desesperador.

Blood and Truth

Outro ponto que também incomoda é a movimentação do personagem. Você se “teleporta”, mirando com a cabeça e apertando X para algum ponto marcado na tela. Ou anda sozinho, numa rota já pré-definida pelo jogo. Isso é um recurso já usado em outros jogos, mas que não agrada.

Ter a liberdade de se movimentar, como acontece em Farpoint, por exemplo, dá uma sensação totalmente diferente. Sem falar no fato que o seu personagem é apenas uma dupla de mãos voadoras. Não há a construção de um corpo, o que também atrapalha um pouco na imersão.

[Análise] Blood & Truth: Vale a Pena? 1

É uma pena, porque em termos de mecânicas de jogos de tiro, Blood & Truth está logo ali, com Firewall, DOOM, Superhot e o próprio Farpoint. Contudo, ele não entrega um pacote tão completo quanto os outros.

 Blood & Truth: licença para matar

Para quem curte jogos do gênero e tem um PSVR, mesmo com essas falhas, Blood & Truth é “recomendado”. O título custa R$ 149,90 na PlayStation Store brasileira, e vale o investimento. Junto com games de terror, os FPS são os que mais impressionam na realidade virtual.

Claro, ele poderia ser um pouco mais imersivo e contar com alguns conteúdos extras além da história. Mesmo assim, é uma aventura que vale a pena. O seu visual é o destaque, com uma ambientação excelente de Londres. Outro ponto que merece elogios é a localização completa para o português do Brasil.

E a jogabilidade, quando tudo dá certo, é de alto nível. A sensação de carregar a arma, sacar, atirar e recarregar é uma das mais bem feitas até hoje no PSVR. Se você tem o óculos de realidade virtual da Sony e gosta de shooters, pode ir sem medo. Certamente, você vai curtir Blood & Truth.

[Análise] Blood & Truth: Vale a Pena? 2

Blood & Truth

8

Geral

8.0/10

Vantagens

  • História envolvente
  • Ambientação incrível de Londres
  • Mecânicas de tiro e recarga
  • Variedade de cenários
  • Localização

Desvantagens

  • Movimentação guiada
  • Falhas no tracking da câmera
  • Ausência de conteúdos extras