[Análise Rápida] Bridge Constructor Portal: Vale a Pena?

O quebra-cabeça que poderia estar em seu celular

Bridge Constructor Portal

Para aqueles jogadores que curtem um gameplay simples, mas desafiador, Bridge Constructor: Portal é uma nova pedida entre os lançamentos descompromissados da PlayStation Store.

E simplicidade é o ponto chave desse game, que aposta nas habilidades de engenharia dos jogadores para apresentar-lhes fases cada vez mais complexas para construção de pontes e rampas para passagem de veículos de carga.

Sem prometer fortes emoções, Bridge Constructor Portal chega como uma opção de passatempo para os usuários, que rapidamente desenvolvem suas técnicas para evoluir no game.

O que tem por trás das construções?

Bridge Constructor Portal baseia-se em uma história bem comum na vida de todas as pessoas. Tudo começa com uma entrevista de emprego, na qual, uma empresa de engenharia procura uma novo profissional da área de construção de pontes.

Algumas perguntas são feitas diretamente ao jogador, cujas respostas definirão se o candidato será “queimado” (pode se dizer literalmente) ou se passará para o período de testes pré-contratação.

Os mais arrojados passam de fase e começam encarar os desafios de construção das pontes e rampas, que levarão veículos, cargas e equipes de produção, de uma ponta a outra da fábrica.

Bridge Constructor Portal

As dicas e o treinamento são apresentadas por um robô da própria fábrica, que aproveita a oportunidade de sempre lembrar o quanto outros candidatos já falharam, colocando toda a responsabilidade na conta dos profissionais, nunca na fábrica.

Assim, passamos pelo treinamento das fases mais simples às mais complexas, sendo que as 10 primeiras rodadas são destinadas ao treinamento e validação dessa nova contratação. Quando usuário prova suas habilidades, finalmente é contratado pela empresa formalmente.

A partir de então, os desafios só aumentam. Sistemas de segurança da fábrica precisam ser contornados para que a produção não pare e os insumos possam ser entregues com segurança, mesmo que as pessoas não cheguem, o material não pode ficar parado.

O real objetivo

É dessa forma que os novos construtores, conseguem realizar suas obras, de acordo com o que acreditam ser o mais correto, mais seguro e mais econômico. Isso mesmo, cada peça utilizada é contabilizada e, ao final da fase, você recebe um nota com tudo que a empresa investiu, mas, na realidade, ela chama de “desperdício”.

O teste final é com o próprio veículo da fábrica, carregado de equipamentos e pessoas (item menos importante a ser entregue). Que se chegar ao fim do percurso com segurança, libera a passagem dos demais carros do comboio, que podem ou não chegar no final do percurso.

Bridge Constructor Portal

Uma boa ideia, mas uma plataforma subutilizada

Toda essa atividade e desafios montam um jogo simples, porém atrativo. As dificuldades levam os jogadores a não desistirem e tentarem vencer os obstáculos cada vez mais complicado para fazerem suas entregas dentro da fábrica, mesmo que se torne repetitivo com tempo.

O que pode chamar atenção dos jogadores é a lista de troféus, que é mais um desafio a ser vencido por aqueles que buscam a platina de todas as maneiras, um feito que parece não ser tão simples como o jogo.

Mas talvez não fosse um jogo de qualidade suficiente para o PlayStation 4, que possui um potencial enorme, para um jogo tão simples. Isso não é por ser Indie, mas Bridge Constructor Portal poderia ter alguns detalhes mais bem trabalhados, como o visual de personagens e veículos, para poder usufruir mais do que o console tem a oferecer. É uma excelente opção para tablets e smartphones, que já possuem jogos com essa pegada mais simplista e abrangente.

Portanto, espere uma promoção daquelas bem boas, ou quem sabe uma aparição nos jogos gratuitos da PS Plus, para baixar esse game para seu console e testar suas habilidades como engenheiro civil.   

Avaliação
Geral
6