Lançada em 19/05, a segunda expansão de Destiny, House of Wolves (Casa dos Lobos), adiciona novos conteúdos para o FPS/MMO da Bungie.

Para os amantes do jogo, quando anunciada, a expansão veio com um sabor de decepção, pois não contaria com uma nova incursão. Mas, aos poucos o estúdio foi revelando alguns conteúdos novos e a chama foi reacendendo nos corações de quem escolheu “investir” neste game.

Se você ainda está na dúvida se vale a pena ou não adquirir a segunda expansão do game, veio ao lugar certo! Vamos aos fatos:

Enredo

A história da expansão 2 de Destiny conta como os decaídos, antes submetidos ao reinado da rainha dos despertos, cometeram traição. Assim, o Arrecife, antes proibido a entrada de qualquer um que não fossem os despertos (inclusive guardiões) agora está aberto para que iniciem a caçada e ajudem a rainha a se vingar dos decaídos. Ou seja, o Arrecife que era apenas um local que continha uma cut-scene, agora se tornara um novo espaço social, bem similar a Torre. Esse espaço pode ser acessado anté por quem não adquiriu a expansão.

A nova história não é extensa. Ela traz três missões e um novo assalto, onde você traça sua jornada na caçada de Skolas, o Kell dos Kells, o novo vilão dessa Expansão.

Claramente podemos observar o cuidado da Bungie de tornar essa experiência divertida, diferente e empolgante, uma forma de se redimir da Expansão: Escuridão Além, cujas missões eram curtas e repetitivas e muitas vezes muito fáceis.

Prisão dos Anciões

A Prisão dos Anciões com certeza é a menina dos olhos dessa expansão. Explicando de maneira simples, seria um modo horda de Destiny. São 4 níveis de dificuldades, e diferente das Incursões que exigiam 6 jogadores e muita interação e cooperatividade, a Prisão dos Anciões é uma atividade para 3 jogares, e a do nível mais baixo (28) conta com organização de partida.

Nas arenas, além de derrota os inimigos, há objetivos a serem cumpridos durante a matança, como destruir ou desarmar minas, derrotar um alvo específico antes de o mesmo alcançar um checkpoint.

Em todas as últimas rodadas, você enfrenta um “chefão do mal”, com alguns modificadores como danos de armas específicas, habilidades e escudos que não são recarregados, entre outros.

O inimigo a ser enfrentado no nível mais alto (35) é Skolas. Além de estar um nível acima do nível máximo dos jogadores (que podem chegar até 34), e há uma mecânica especial para derrotá-lo.

No final de cada prisão, você consegue acesso à sala do tesouro da Rainha. Alí você encontra 3 baús, onde para abrir um deles, você necessita de uma Chave do Tesouro, que você tem chance de obter nos outros 2 baús menores da sala, ou nos baús que encontrar derrotando as matilhas de lobos que aparecem nos outros planetas, na patrulha. É ai que você poderá conseguir aquela arma exótica que você não conseguiu antes (tipo a Gjallahorn que eu não conseguia antes nem por decreto!)

Que tal uma gameplay do pessoal da Bungie levando uma surra na Prisão?

Desafios de Osíris

Os Desafios de Osíris (Trials of Osiris) é um novo modo de Multijogador Competitivo (PvP), onde você precisa de um time de três pessoas para disputar.

É um modo de eliminação, onde o objetivo é derrotar o todos os oponentes do outro time. Nesse modo as ressucitações são habilitadas, ou seja, os jogadores que foram mortos podem ser ressucitados pelos seus aliados, daí a importância de se traçar estratégias para eliminar os inimigos o mais rápido possível para que isso não aconteça. A equipe que conseguir eliminar os oponentes primeiro vence. (cuidado com os malditos Arcanos e seu resplendor!!!)

Para contar uma vitória no seu cartão, é necessário vencer 5 rodadas. A cada vitória computada você pode requerer prêmios com o “Irmão Vence” , discípulo de Osíris, que se encontra no Posto de Vesta – Arrecife. Os prêmios mais interessantes são obtidos a partir da 5ª vitória.

Mas, o melhor de tudo acontece com o time que vencer 9 vitórias e não perder nenhuma: estes garantem uma passagem para conhecer Mercúrio, um planeta não aberto aos outros jogadores. Lá, além de desfrutar de um visual maravilhoso, há um baú com tesouros ímpares!

Vale a pena treinar seu time pra chegar lá!

Upgrades

Na Expansão passada, toda vez que você realizava um upgrade de um equipamento exótico (armas, ou armaduras) você perdia o progresso de upgrade dos “perks” dos equipamentos, sendo necessário realizar tudo novamente. Isso era, no mínimo frustrante e desestimulador. Mas em Casa dos Lobos isso mudou! Cada vez que você faz um upgrade de um equipamento ele permanece com os mesmos progressos anteriores! Que coisa linda, gente!

Além disso, o armeiro traz a Reforja de armas, que você pode realizar caso não goste de algum perk da arma que você ganhou, ou mesmo do tipo de dano elemental da mesma.

Outra novidade é a troca de material com o Porta-Voz, bem legal para trocar por aquele que você mais precisa, como fragmentos, lúmens, etc.

Neste vídeo, você poderá ver sobre os upgrades, reforja, troca de materiais e o Arrecife:

Conclusões

Casa dos Lobos foi a remissão dos pecados anteriormente cometidos pela Bungie em Destiny. Todos os elementos adicionados com a expansão torna o jogo muito mais atraente e viciante que antes.

A experiência de cada novo modo de jogo é realmente incrível, sem contar que são mais “fáceis” de serem jogadas, pelo fato de não precisar de um grupo tão grande, apenas mais 2 amigos te bastam, ou em alguns casos, somente você e  sua coragem!

É notoriamente como tudo foi bem trabalhado e pensado: a história, os inimigos, os novos mapas, as novas armas e armaduras, os novos modos de jogo e até a trilha sonora! Tudo está lindo e harmonioso, e até nos faz esquecer das frustrações antigas. É como voltar ao primeiro amor quando um relacionamento já estava abalado!

2 - Selo de Ouro