A experiência foi tão boa com DiRT Rally no ano passado, que quando o Meu PS4 recebeu da Codemasters o jogo para review do DiRT 4, é claro que me candidatei a fazê-lo. E o resultado foi o esperado: um sucessor de respeito, que segue aperfeiçoando a tradução do rally para os games. Mas fica uma dúvida: ele era mesmo necessário agora?

DiRT 4 foi lançado em 9 de junho de 2017 (aliás, perdão pela demora, mas a correria da E3 foi bem louca), ou seja, cerca de um ano após DiRT Rally. Um período de tempo pequeno, e que talvez pudesse ser um pouco maior se significasse um número maior de melhorias relevantes em relação ao bom jogo de 2016.

Casual ou Simulador

Uma novidade bem interessante é que a Codemasters parece estar tentando se aproximar do gamer casual em DiRT 4. Se você ainda quiser a experiência mais real possível, você vai ter, escolhendo o modo Simulador do jogo. Mas se preferir pegar mais leve, com uma jogabilidade um pouco mais simplificada, é possível selecionar o modo Gamer.

E isso fará toda a diferença na sua jogatina, aumentando um pouco o alcance do game, caso seja comparado ao anterior. Em DiRT Rally, era tudo muito simulação, e isso fazia com que o público dele fosse mais restrito. Agora, ele pode ser atrativo para todos que gostam de jogos de corrida de carro.

Depois dessa escolha, que é feita logo no começo do jogo, você ainda tem mais algumas decisões importantes para tomar enquanto joga DiRT 4. Os carros que quer controlar, os tunnings que deseja fazer, os tipos de corrida das quais quer participar… Ele é um jogo com uma vasta quantidade de opções a serem escolhidas.

Personalize algumas opções.

Você pode, por exemplo, fazer uma carreira. Ir subindo o nível de sua licença, ganhando as corridas, até se tornar um grande nome internacional do rally. Ou então disputar as partidas competitivas online – que diferem de jogos como Gran Turismo porque você não corre com carros ao lado, e sim vai tentando bater os tempos dos seus adversários.

Além disso, há uma grande área de testes, a Dirt Academy, o modo Campeonato Mundial de Rally, e claro, o Your Stage. Este é uma adição bem interessante, onde o jogador pode montar o seu próprio circuito. São várias possibilidades para você montar uma pista, e os resultados ficam bem interessantes.

Ambientação agrada, mas gráficos…

Se nos modos e possibilidades de jogo DiRT 4 tenta inovar, na jogabilidade e nos gráficos ele não muda muito. E aí entra a questão lá do começo do texto: será que era necessário lançar um game novo da série agora? Em jogabilidade, tudo bem, porque DiRT Rally teve excelente aproveitamento nisso, mas nos gráficos era preciso melhorar.

A ambientação dos cenários é ótima. Neblina, chuva, neve, terra, poças d’água, florestas… Tudo é bem construído e cria uma imersão bacana. Mas os detalhes e a qualidade geral do visual do jogo não agrada tanto. É OK, mas o que incomoda é que não parece haver aquele salto que normalmente ocorre entre dois jogos de uma série.

Área de serviço.

Uma melhoria que é possível identificar é em como os carros ficam mais danificados com o tempo e as batidas, mas de resto, parece que você está jogando o mesmo jogo do que foi lançado em 2016. E se isso é bom pelos controles, não é tanto assim pelo visual. Se você já tem o DiRT Rally, não se sentirá impressionado pelo DiRT 4.

Os comandos são os mesmos, as possibilidades de personalizar o carro, a maneira como ele reage ao ambiente e aos movimentos, a importância do co-piloto orientando sobre os próximos movimentos… Está tudo lá. Com uma física muito boa, tanto no controle do seu veículo como na relação dele com as pistas.

Caso não tenha ainda, talvez a impressão seja um pouco melhor, mas nada de saltar aos olhos – especialmente quando sabemos que há um “concorrente” de peso vindo por aí em Gran Turismo Sport, que óbvio, não é de Rally, mas acaba se encaixando na disputa como mais um jogo automobilístico AAA.

Gráficos poderiam ser melhores.

Vale a pena?

Assim como seu antecessor, ele merece um selo de Recomendado. No entanto, para quem tem o DiRT Rally, talvez seja melhor esperar uma promoção do DiRT 4, pois as mudanças que ele traz não são tão significantes. Ele é um jogo correto, mas acaba sendo um pouco “mais do mesmo”, o que não necessariamente é ruim, só que também não salta aos olhos.

Mas para quem busca um jogo de corrida com uma simulação perfeita, jogabilidade muito apurada, física realista e diversas opções de personalização e modos de jogo, DiRT 4 vai ser uma excelente compra. Merecia apenas ter um trabalho gráfico melhor para ficar mais próximo da perfeição.

Avaliação
Visual
8
Jogabilidade
9
Som
9
Diversão
9
Replay
9