Categorias: Análises

Headset Trust GXT 383 DION: Vale a Pena?

O objetivo do acessório é simples: entregar desempenho e arrojo de desenho.

A holandesa Trust está chegando ao mercado brasileiro com o propósito de conquistar aqueles jogadores que não deixam de investir em qualidade sonora. Para este público mais dedicado às jogatinas, a empresa desenvolveu o headset Trust GXT 383.

O objetivo do acessório é simples: entregar desempenho e arrojo de desenho para uma categoria de jogadores que prefere colocar a mão um pouquinho mais fundo no bolso.

A boa notícia é que a empresa atinge seus propósitos, mesmo que alguns deslizes possam não agradar a todos de maneira uniforme. Confira nossa avaliação do modelo GTX 383 que nos foi enviado gratuitamente.

Especificações técnicas

Antes de falarmos mais sobre ele vamos dar uma primeira olhadela em suas especificações técnicas:

Fone de ouvido

  • Sensitivity: 113 dB
  • Microfone incluso: sim
  • Frequência de resposta: 20 – 20000 Hz
  • Driver: 50 mm
  • Impedância: 32 Ohm
  • Características especiais: virtual 7.1 surround sound, bass vibration

Microfone

  • Tipo sensor: condensador
  • Padrão de pick-up: Omnidirecional

Design

A boa impressão começa pelo design realmente muito bonito. Quando desligado, o preto destoa das outras cores. Detalhes cromados próximos aos auriculares também agradam. Já em funcionamento, há uma luz de LED próxima ao cromado. Ela na verdade destaca a área do dispositivo de vibração.

Há duas hastes: uma metalizada e outra que se ajusta a circunferência da cabeça do jogador. A união das duas oferece uma sensação de segurança e resistência. Além disso, é bem prático um headset que se ajusta ‘automaticamente’.

Adiciona à experiência ainda, os auto-falantes. Combinados com o sistema bass vibration. O intuito é oferecer um pouco mais imersão no momento do gameplay.

Ponto positivo ainda para as conchas de espuma. Elas se encaixam muito bem às orelhas, oferecendo um bom nível de cancelamento dos ruídos externos. De todos os modelos que já testei (Platinum, Pulse Elite, Pulse, Gold Wireless, Kraken Pro, Man o’ War, Cloud Silver) este foi o que mais se destacou neste quesito.

Mas este bloqueio tem um “custo”. Para garantir que os sons externos sejam bloqueados, as conchas pressionam – além do necessário – as orelhas. O que gera um pouco de desconforto inicial. Para aqueles que usam óculos (meu caso), o desconforto é amplificado. Leva-se um pouco tempo até que você se acostume com o equipamento.

Já o microfone é retrátil e flexível. Oferece bons níveis de ajustes, de acordo com a preferência de cada um. Ademais, no próprio cabo existem alguns ajustes fáceis: áudio do jogo, mute, chat. etc. Até a intensidade da vibração é passível de configurações. O cancelamento de ruídos do microfone é igualmente bem proveitoso.

O que não se destaca é o cabo de conexão ao conversor. Ele é curto e pode não satisfazer aqueles que precisam ficar há mais de dois metros do console.

Som

O GXT 383 se destaca mesmo no desempenho do áudio. Com 7.1 (virtual), até as sonoridades mais sutis são facilmente identificadas. Uma boa opção se você está tentando conquistar o troféu dos Corvos de Odin do God of War, onde é necessário ficar atento aos sons do pássaro.

Quando bem configurado, o equipamento oferece fidelidade sonora de ótima qualidade. Mesmo no máximo, o som não se distorce, conservando qualidade. Na verdade em várias situações (alto, baixo, moderado) ele se manteve estável.

Já cheguei a comentar rapidamente, mas o bass vibration é bem interessante mesmo. Ele permite que seus ouvidos ‘sintam’ diferentes tipos de sons laterais. Na verdade é uma dupla muito competente: som + vibração.

Instalação e Configuração

Por ser um periférico utilizável em três diferentes plataformas (PC e consoles) a caixa contém acessórios que não são utilizados no PS4, por exemplo. Para fazer a instalação correta do headset, será necessário consultar o manual que acompanha o produto. Ele é bem fácil e intuitivo.

O mesmo serve para as configurações. O GXT não é um simples plug&play. É preciso realizar algumas configurações no menu do console que também estão facilmente descritas no manual do usuário.

Vale o investimento?

É sempre uma pergunta capciosa né? Para os jogadores que gostam de jogar com máximo de desempenho, certamente encontrarão no modelo da Trust uma opção bem interessante e válida.

As ressalvas ficam mais centradas no perfil dos interessados. Um headset premium como este é um acessório indispensável para um bom desempenho nas partidas. E mesmo que você não seja um pro-player, ainda assim é um item que agrega muito valor ao seu setup.

O que pode pesar no momento da compra é o brand da marca. Como recém chegada ao Brasil, a empresa holandesa ainda é pouco conhecida por aqui. No entanto, uma rápida pesquisa no Oráculo revela um bom retrospecto da companhia, principalmente no mercado europeu.

De toda maneira, o modelo GXT 383 nos surpreendeu muito positivamente e é mais uma ótima opção de compra. De acordo com o braço gaming da Trust, o modelo chegará ao Brasil ainda neste mês de maio por cerca de R$ 699 com garantia de três anos.

Conchas do GXT 383more
Lateral, detalhe do Bass vibrationmore
Microfonemore
Tiara ajustável retrátilmore
vista de cimamore
Overview GXT 383more

Atualizado pela última vez em: May 21, 2018, 10:24 am

Disqus Comments Loading...
Compartilhar