A sensação de mandar um combo perfeito, ver o selinho de Mega Star e terminar a música com cinco estrelas em Just Dance 2020 é recompensadora. Dar, literalmente, suor do seu corpo para alcançar um objetivo num jogo é algo diferenciado. Só que é exatamente igual para quem já jogou Just Dance 2017, 2018, 2019…

Veja bem: não é justo analisar um jogo somente comparando-o com seus antecessores. E, por isso, é importante frisar que Just Dance é praticamente perfeito no que se propõe. As pessoas que nunca jogaram um título da franquia ou há tempos não fazem isso, terão uma ótima oportunidade agora.

Para brincar com a família, chamar os amigos ou até dedicar-se a uma carreira profissional, participando das etapas de torneios no mundo todo, Just Dance 2020 é um prato cheio. A playlist é ótima, a jogabilidade tem diferentes opções de controles, o visual é bonito, suas opções de interação são boas… É um belo presente de 10 anos de aniversário da franquia.

Mas a grande questão é: ele precisa existir?

Hora de sentar

“Agora é hora de sentar e parar”. Adaptando a letra de “Só Depois do Carnaval”, música de Lexa que representa o Brasil em Just Dance 2020, fica nossa impressão sobre toda a série, que acaba de completar uma década no mercado.

Just Dance 2020

Talvez as vendas façam sentido comercialmente, e é complicado lutar contra números, mas parece que Just Dance, já há algum tempo, não tem a menor necessidade de ser um “game anual”. Isso já não é fácil para os jogos de esportes, que têm atualizações relevantes, pelo menos nos elencos, e de tiro, com histórias e modos diferentes, imagina nessa franquia.

O grande atrativo mesmo, todo ano, é a lista de músicas. De resto, é praticamente tudo igual. Claro, há um modo novo aqui ou ali, como o All-Stars nesse ano, mas no geral, ele possui pouquíssimas novidades capazes de atrair quem já tem um título anterior. Exceto, obviamente, aqueles super fãs ou profissionais.

Com a chegada do Just Dance Unlimited, então, ficou ainda mais óbvio que esse é o modo correto de seguir. Por que não comercializar isso como o futuro de Just Dance? Com DLCs, pagas, com novas músicas, periodicamente. Faz muito mais sentido. Já havíamos abordado isso no review de Just Dance 2018 e segue atual.

[Análise] Just Dance 2020: vale a pena? 1

O Meu PS4 não recebeu o Just Dance 2019 para análise, mas certamente a impressão seria exatamente a mesma de Just Dance 2020, 2018, 2017… É um jogo super divertido, mas que poderia ser entregue em um formato diferente. Sabemos que isso, provavelmente, não muda tão cedo, mesmo assim é sempre importante falar sobre.

Assim como é bom frisar novamente: essa reflexão não faz com que Just Dance 2020 não seja um bom jogo. Pelo contrário.

Para todas as idades

Já que falamos da canção da Lexa, você sabia que ela é “censurada” no jogo? “Agora é hora de …, não é hora de parar”. E não é a única a passar por isso. “Everybody”, dos Backstreet Boys, também tem um silêncio constrangedor no verso “Am I sexual?”.

[Análise] Just Dance 2020: vale a pena? 2

É compreensível, já que são vetados os termos que poderiam afetar a classificação etária do jogo, mas mesmo assim é um pouquinho decepcionante. Especialmente em trechos assim, de alto conhecimento do público e fundamentais para a “vibe” da canção.

Fora esse detalhe, a playlist de Just Dance 2020 é uma das melhores que a série já entregou até hoje. Um mix de ritmos interessante, com várias faixas de enorme sucesso no mundo, e é claro, seu lado bem humorado e atual, com direito até a Baby Shark.

Você pode conferir a lista completa aqui para entender melhor. Isso aliado ao Unlimited deve garantir horas e horas e mais horas de diversão. O grande problema é que o serviço tem um precinho meio salgado, R$ 76,90 por 12 meses, mas para quem realmente joga, vale a pena.

[Análise] Just Dance 2020: vale a pena? 3

O bacana de Just Dance 2020 é que ele é para todo mundo. Seja em gosto musical, idade ou preferência de como jogar (PS Move ou App no celular). O jogador casual pode até “enjoar”, mas se receber os amigos ou familiares em casa e quiser “brincar”, tem aí um grande aliado.

Visualmente, ele é muito atrativo para o público mais jovem. Os gráficos bem coloridos, claro, chamam a atenção. As coreografias, por sua vez, variam em dificuldade. Tem umas simples e outras que parecem só para os pros.

O gameplay é simples, basta seguir os passos na tela, e para isso você pode usar tanto um celular, com o aplicativo Just Dance Controller, sem precisar de nada mais, ou o combo mais tradicional de câmera e controle PS Move.

[Análise] Just Dance 2020: vale a pena? 4

O celular é uma boa opção para democratizar o acesso ao jogo – apesar de ter sempre uma boa chance de você fazer besteira e deixá-lo cair no meio dos passos. Com o Move, isso já fica mais difícil, porque ele tem aquela alça para colocar no punho.

De qualquer maneira, independente da forma que você escolher, pode haver problemas para sincronizá-la com o jogo. Isso é importante de frisar. Dependendo dos movimentos, o app irá desconectar e a câmera vai parar de capturar sua imagem.

Outro ponto muito importante é o espaço. Afaste seus móveis e deixe a sala limpinha antes de dançar. Também tenha uma iluminação boa, especialmente se for usar a PS Camera. Isso faz toda a diferença na hora da captura dos movimentos.

[Análise] Just Dance 2020: vale a pena? 5
Just Dance 2020

Além disso, Just Dance 2020 conta com alguns outros detalhes: o novo modo All Star, que é uma coletânea de sucessos da série, e os pontos que você ganha nas músicas e gasta para ter novos itens, como avatares e stickers. Extras “bobinhos”, porém bacanas.

Valeu a pena, êê!

Não, “Pescador de Ilusões” não está entre as músicas de Just Dance 2020, mas, sim, dá para dizer que ele vale a pena. Especialmente porque, em outro ponto fundamental, a Ubisoft teve um baita acerto: o preço. O game é “baratinho”, se comparado com outros lançamentos – sai por R$ 159,99 na PSN BR.

2 - Selo de OuroPara quem já tem Just Dance 2018 ou 2019 e é casual, vale mais adquirir o Unlimited, que vai custar metade do preço e liberar um monte de músicas. Isso é fato. Mas para quem não tem, certamente, Just Dance 2020 é uma compra recomendada. Só é preciso ter em mente alguns detalhes, especialmente sobre sua “vida útil”.

Provavelmente, você vai enjoar de Just Dance 2020 em algum momento e deixá-lo parado lá. Afinal, sair dançando pela sala não é tão simples quanto só pegar o controle e sair dando uns tiros ou fazendo uns gols por aí. Contudo, a diversão que você terá quando sentir aquela vontade de jogar (ou melhor, mandar uns passinhos) – especialmente com companhia – vale a pena.

Sem contar que, caso você queira perder uns quilinhos, ele também ajuda. Você vai suar de verdade com Just Dance 2020 – e o jogo tem até alguns perks diferenciados para quem tem essa intenção, contando calorias e com coreografias específicas para algumas músicas. Não é o foco principal, mas sem dúvidas é um bom exercício.

Just Dance

8

Geral

8.0/10

Vantagens

  • Variedade de músicas
  • Bastante divertido
  • Diferentes controles
  • Novo modo All Stars

Desvantagens

  • Mais do mesmo
  • Just Dance Unlimited por pouco tempo
  • Censura nas músicas