Megaman X Legacy Collection: Vale a Pena?

Megaman X Legacy Collection traz horas de diversão, com muito conteúdo extra, e diversas novas opções.

Megaman X Legacy Collection

Megaman X Legacy Collection é uma espécie de redenção da Capcom. Ao trazer os oito jogos da franquia em apenas uma mídia (para quem comprar a versão física, ou o bundle digital), e um vasto leque de extras adicionados, a desenvolvedora traz ao PlayStation 4 a melhor saga do robô azul. E de quebra, se retrata das coletâneas anteriores.

Toda história dos Maverick Hunters está aqui. X, Zero e Axl lutam em um futuro onde robôs tem consciência e capacidade de pensamento próprios. Onde um vilão resolve que a humanidade não tem lugar, nem espaço, neste novo mundo. E onde questionamentos sobre se (e quando) vale a pena lutar mostram que os títulos ainda são bastante atuais.

Tudo isso, com a jogabilidade e elementos que todos já conhecem. Megaman X Legacy Collection vale a pena.

Forjado a ferro, fogo e consciência própria

A história da saga X é um tanto mais sombria que os jogos originais. X foi criado por Dr. Light muitos anos antes do primeiro jogo. Mas possuía algo que nenhum robô à sua época era capaz de possuir – a capacidade de tomar suas próprias decisões. Percebendo o potencial e os perigos dessa criação, o robô foi selado para uma bateria de diagnósticos.

A história da saga de X e seus companheiros é ainda mais complexa que aparenta. Fonte: Megaman X Legacy Collection

Depois de um número de anos, X é desenterrado por Dr. Cain. Abismado com o potencial que a sua descoberta trazia, o cientista criou uma legião de robôs baseado no modelo original X (mesmo com os avisos de Light) com a capacidade de livre arbítrio. Nasciam assim os “reploids”.

No entanto, por uma razão desconhecida (que não vamos relevar, óbvio), os reploids estavam se rebelando contra humanos. Assim, se tornam os chamados Mavericks. Liderados por Sigma, os Mavericks declaram guerra à humanidade. Uma nova força é criada, sob o comando de Zero. X é integrado a ela e, a partir daí, a guerra tem início.

X é o melhor no que faz. Caçar mavericks. Fonte: Megaman X Legacy Collection

A história tem diversos subtemas. A necessidade da luta constante contra o desejo da paz. A redenção pela culpa, e o esforço para se manter são em um mundo tomado pelo caos. A narrativa é bastante complexa e instigante, imersiva e que vale a pena ser experimentada por completo. Nada mudou aqui, e isso é excelente.

A evolução é uma constante

As maiores reclamações sobre as coletâneas passadas é que elas não possuíam conteúdo que justificasse sua aquisição. Isso mudou na coletânea X. Para começar, ambos os jogos podem ser, como já dito, adquiridos juntos. Dessa forma, são muitas horas de gameplay em um único pacote.

Da mesma forma, existem diversas adições interessantes. Todas as trilhas sonoras relativas aos jogos da saga estão presentes. Além disso, ambas as coletâneas contam com diversas artes conceituais, manuais dos jogos, e informações sobre os personagens, inimigos e história, trailers e mais.

Você pode gastar horas apenas nos extras que o jogo oferece. Fonte: Megaman X Legacy Collection

Apesar disso, há uma certa decepção pela inclusão dos jogos Megaman X e X3, do SNES, mas não as versões Maverick Hunter X (PSP) e a versão PS1 do terceiro jogo, com cutscenes em animes, e trilha sonora remasterizada. Ambos os jogos possuem ainda mais conteúdo, como o modo Vile (MHX).

Ah, e se quiser saber como tudo começou, assista “The Day of Σ”, que conta a história antes do primeiro jogo. Fantástico.

Gameplay nostálgico (com “X” problemas técnicos)

Quem conhece a franquia, sabe como sua jogabilidade é precisa. Aos novatos, contudo, os elementos de gameplay podem soar um tanto complexos. Em Megaman X Legacy Collection, os personagens precisam atravessar fases cheias de inimigos, para derrotar um robô-chefe no final.

Os inimigos são variados, mas seu objetivo não. Destrua tudo em seu caminho. Fonte: Megaman X Legacy Collection

Após, as fases finais ficam disponíveis, e o jogador precisa enfrentar, novamente, todos os chefes, para então encarar e derrotar Sigma. Diversos segredos estão espalhados pelas fases (tanques de energia extras, corações, etc), e o jogador ainda pode fortalecer X (e, posteriormente, Zero e Axl) com partes de armaduras.

Para que o jogo seja divertido, mesmo após tantos anos, a sua essência não pode ser alterada. Um dos maiores problemas encontrados nos três primeiros jogos é exatamente algo chamado input lag. Há um atraso entre ordenar o comando e sua execução, e com um jogo onde a precisão impera, este é um sério “contratempo”.

O maldito input lag torna explorar certos lugares das fases, como este, em um verdadeiro tormento. Fonte: Megaman X Legacy Collection

No entanto, em todos os outros jogos, os controles respondem como deveriam. Há fluidez nos combates e na jogabilidade. O trabalho de dublagem é primoroso (apesar da falta de localização em nosso idioma), e as diversas ramificações que os jogos mais avançados da franquia dão ainda mais dinamicidade e replay às partidas.

Vale o investimento?

Megaman X Legacy Collection, apesar de ser uma coletânea de jogos antigos (alguns com mais de 20 anos), mostra que “panela velha é que faz comida boa”. Especialmente se esta panela velha vem com um monte de peças novas, como trilhas sonoras, filtros novos (e que deixam os gráficos com um ar nostálgico), diversos outros elementos.

Os gráficos estão melhorados, e apresentam apenas alguns problemas de framerate em algumas partes específicas. A trilha sonora e sonoplastia ainda é a mesma que conquistou tantos fãs ao longo dos anos (com um destaque especial para Megaman X4). Por fim, o jogo conta ainda com um modo de desafio. Os X Challenges colocam os jogadores contra dois chefes ao mesmo tempo.

E se a dificuldade do jogo assusta, você ainda conta com o modo Rookie Mode, para ajudar com as partes mais difíceis. Com tudo isso, e ainda por contar com um troféu de platina para cada uma das coletâneas, Megaman X Legacy Collection merece sua atenção. Tanto conteúdo, pelo valor pelo qual está sendo oferecido, vale a pena sem dúvidas.

Certos segredos permanecem vivos com o tempo. Fonte: Megaman X Legacy Collection

Caso, contudo, você não seja muito fã do estilo do jogo do robô azul, este pode ser uma boa oportunidade para experimentar, e ainda se preparar para o lançamento de Megaman 11, em alguns meses. Ou para um possível lançamento de Megaman X9 (por falar nisso, já leu nossa teoria sobre o assunto?).

Avaliação
Geral
8