Destiny 2 Renegados causou uma impressão bem positiva. Na mídia e na comunidade, só se viu elogios à expansão – considerada uma das maiores e melhores da história da série futurista da Bungie, lançada em 2014. Mas não vai parar por aí. Em entrevista ao Meu PS4 na BGS 2018, o desenvolvedor Luis Villegas prometeu ainda mais conteúdo.

Engineering Lead da Bungie, o colombiano Villegas estava em sua primeira passagem no Brasil. Ele agradeceu a todos pelo carinho e se disse até surpreso com o quanto os fãs do Brasil gostam do FPS. Segundo o desenvolvedor, é a comunidade global do jogo a grande responsável pelas novidades e pelo sucesso de Destiny 2 Renegados.

“Temos uma comunidade realmente muito ativa e apaixonada, que está sempre falando sobre o jogo e tentando ajudar a melhorá-lo, dando sugestões e entrando em contato conosco. Nós amamos essa paixão, porque ela mostra que as pessoas se importam e estamos sempre ouvindo. Se você pensar em Renegados, realmente ouvimos muito a comunidade para deixar o jogo como eles queriam”, explicou

O bate-papo, de quase 10 minutos, teve também “explicações” sobre a morte de Cayde-6 na nova expansão, uma visão sobre onde a série Destiny se encontra nesse momento e uma mensagem especial para os brasileiros.

Meu PS4: Como vocês receberam o feedback tão positivo da comunidade com a chegada de Renegados?
 
Luis Villegas: Estamos sempre em contato com a comunidade e fazer jogos é sempre difícil, mas quando terminamos um game e colocamos ele para os jogadores jogarem, serem os jurados do que fizemos, é uma experiência muito bacana. Felizmente, tivemos um feedback muito positivo, e saber disso é algo gratificante, porque a comunidade de Destiny é muito participativa e exigente.

Meu PS4: Quais são alguns exemplos dessas mudanças feitas graças ao feedback?
 
Luis Villegas: Posso te dar alguns exemplos: lançamos Destiny 2 com um setup bem específico de armas, com slots para armas específicas, e os jogadores nos pediram: “por favor, mudem isso, quero jogar mais com minha sniper e minha shotgun”. Então, mudamos. Adicionamos também um novo modo PvE e PvP, Artimanha, mudamos as formas de exibição de atividades, equilibramos mais as armas… Nós gostamos muito dessa troca com a comunidade, porque só ajuda o jogo a ser melhor.

Meu PS4: Por outro lado, vocês mataram um personagem muito querido…
 
Luis Villegas: Eu sou caçador e estou de coração partido pela morte de Cayde-6, mas ela vai ao encontro do que queríamos para esse jogo: trazer de volta a emoção para os jogadores de Destiny. Queríamos uma história que importasse, então optamos por esse lado mais obscuro, por uma história de vingança. Claro que houve grande resistência no começo, todos achavam que era loucura, mas evoluímos a ideia, e vimos que tínhamos algo grande nas mãos. Quando anunciamos na E3, porém, deu uma certa apreensão ao ver o memorial que fizeram pro Cayde do lado de fora e as reclamações. Só que, junto com isso, tinha também aquele espírito de vingança plantado. Todos querendo jogar, ver quem matou ele, querendo vingá-lo… E era isso o que queríamos.

Meu PS4: Você acha que, agora, Destiny 2 está do jeito como ele sempre deveria ter sido?
 
Luis Villegas: Nós, sem dúvidas, estamos muito satisfeitos e felizes com Destiny 2 Renegados e seu feedback positivo. Porém, não estamos acomodados com isso. O nosso objetivo é sempre fazer com que o jogador tenha algo para fazer agora e uma coisa para fazer no futuro. Por isso, vamos continuar produzindo muito conteúdo com frequência. Semana que vem temos o Festival dos Mortos, no fim do ano a primeira expansão do Season Pass, que terá três ao total, e vamos continuar investindo nisso, para manter o jogador sempre ativo.

Meu PS4: Para fechar, você pode deixar um recado pra comunidade brasileira de Destiny?
 
Luis Villegas: Para todos os brasileiros que jogam Destiny 2 Renegados, fica aqui meu muito obrigado! Conheci muitos de vocês aqui na Brasil Game Show e foi gratificante demais saber que vocês são tão dedicados ao Destiny. Quero que vocês saibam que nós também nos dedicamos muito a vocês! Obrigado mais uma vez!