Testamos na BGS: Moss, novo jogo vai lhe encantar

Um título de qualidade presente na seção PlayStation VR. Inteligente, incisivo, carismático.

Moss é uma das apostas mais acertadas para o PlayStation VR, sem sombras de dúvidas. O motivo? O jogo mistura ação, aventura, resolução de puzzles, tudo encaixado perfeitamente no mundo mágico da realidade virtual. Os comandos funcionam devidamente, o protagonista é cativante e há uma imersão fantástica.

Acompanhe as primeiras impressões de Moss, um game que divertirá muito aos jogadores no PlayStation VR. O jogo será lançado ainda neste ano!

Tudo acertadinho

O título aborda a aventura de uma simpática ratinha cavaleira, chamada Meet Quill, enfrentando criaturas muito maiores que a própria. Caso os jogadores consigam reparar, a protagonista é muito semelhante ao grande Ripchip, guerreiro rato presente nas Crônicas de Nárnia.

O enredo apresenta a improvável heroína como a responsável por desvendar misteriosos eventos após o despertamento de uma runa mística. Além de enfrentar monstros, é necessário resolver puzzles para desvendar os acontecimentos místicos.

Mas tratando-se especificamente da jogabilidade, o funcionamento do título é milimétrico. Os comandos são incisivos e o óculos do PlayStation VR é uma luva confortável. É possível visualizar os caminhos claramente sem preocupar-se em ficar travado. E em momentos de combate, Meet Quill é ágil e incisiva. É preciso pular para esquivar-se dos ataques inimigos, mas seus combos são furiosos.

Inteligente

Um dos pontos positivos mais atrativos de Moss são os puzzles. Utilizando-se de movimentos do controle DualShock 4 combinado com a interação da realidade virtual, o jogador precisa pensar para avançar na história. Os quebra-cabeça são divertidos, intuitivos e inteligentes.

Isso não significa que o título apresenta uma complexidade densa ou que são desafios enigmáticos dignos de um livro do Dan Brown. Porém, não é algo superficial que é resolvida em segundos. Tal qualidade encaixa-se perfeitamente na proposta do título. Em uma visão distante em panorama, o jogador é colocado em uma posição favorável propícia para resolver os desafios.

Encantador

Moss é, em sua totalidade, encantador. Além dos comandos precisos que se adequam à realidade virtual de modo interessante, temos uma protagonista – muda – mas que é cativante, bela e carismática.

Se você pretende ir a BGS, Moss é, com certeza, uma parada obrigatória na seção do PlayStation VR.