Death Stranding já chegou, o que significa que o amanhã já pode estar nas mãos de muita gente. Esse é o primeiro projeto de Hideo Kojima desde a polêmica saída dele da Konami e trouxe análises bem polarizadas. Muita gente encheu o jogo de de elogios e outros acharam o gameplay bem monótono.

Essas discussões todas sobre Death Stranding devem estar deixando muitos jogadores curiosos. Na nossa análise, já falamos de vários aspectos sobre o game, que traz vários elementos novos e uma narrativa bem misteriosa.

Muita gente ainda não pescou o que exatamente é Death Stranding e, nesse post, a gente vai falar de alguns elementos de maior destaque do jogo.

Esse texto não vai revelar spoilers sobre a história, mas vai trazer alguns conceitos do jogo que você poderia descobrir jogando. Prosseguir é sua escolha!

Qual é a história de Death Stranding?

O jogo segue a jornada de Sam Porter Bridges (Norman Reedus), conhecido como “o homem que entrega”. Sam é um portador, responsável por entregar recursos entre pontos isolados da América depois de um evento cataclísmico chamado Death Stranding.

O Death Stranding causa obliterações, explosões que não deixam nada para trás além de uma imensa cratera. Os Estados Unidos ficaram fragmentados fisicamente e como nação após essa tragédia. Alguns sobreviventes criaram bases e centros de distribuição para trocarem recursos e tentarem reconstruir o que restou do país.

A atual presidente, Bridget Strand (Lindsay Wagner), tenta, através da empresa Bridges e dos portadores, reconectar todas essas bases através da formação de uma rede quiral, que funciona mais ou menos como a internet. Cada uma das cidades (chamadas de “Nós”) passaria a trocar informações e recursos muito mais rapidamente através dessa rede, acelerando o processo de unificação. Essas bases também possuem impressoras quirais, o que permite que uma série de objetos essenciais à reconstrução da América sejam produzidos rapidamente.

A principal responsável por reconectar a América era Amelie (Lindsay Wagner), a filha da presidente Bridget. Ela atravessou o país quase todo, indo de costa a costa, convidando pessoas a ingressar na rede quiral. No entanto, um grupo separatista chamado Homo Demens sequestra Bridget e impede que o plano vá até o final.

Agora, Sam precisa refazer os passos de Amelie, reconectar todas as bases pelo caminho e encontrá-la no leste dos Estados Unidos. Ela guarda um segredo que é a chave para unificar o país e somente Sam, o melhor portador da Bridges, pode ir buscá-la.

E o que é o Death Stranding?

death stranding

O Death Stranding não é único, mas vários eventos de destruição em massa. No mundo do jogo, já ocorreram cinco Death Strandings no passado, que quase extinguiram a todas as formas de vida e permitiram que uma outra, nova, surgisse.

O Death Stranding sempre é causado por uma EE, a Entidade de Extinção, que é conectada às Praias a por um cordão umbilical e acredita-se que é a partir dessa conexão que elas levam a destruição ao mundo dos vivos.

O que são as Praias?

death stranding

Você já deve ter visto as misteriosas praias que aparecem nos trailers do jogo. Elas parecem desoladoras e cheias de animais mortos e baleias encalhadas. As praias distorcem o tempo, fazendo com que ele praticamente pare de passar.

No mundo de Death Stranding, as praias são uma espécie de reflexo do nosso mundo, mas também uma espécie de limbo ou purgatório, que dá origem às Entidades Praianas. Todas as pessoas têm a sua própria praia, mas alguns personagens conseguem viajar entre praias ou tem a habilidade de visitar as praias dos outros.

O que são as EPs?

As EPs ou “Entidades Praianas” surgiram depois que o Death Stranding aconteceu.

death stranding
EPs são detectadas com a ajuda de BB.

Elas estão ligadas às praias por uma espécie de cordão umbilical e são capazes de transformar cadáveres em outras EPs, causando as obliterações. Isso acontece porque, assim como as praias são um reflexo do nosso mundo, as EPs são reflexos dos humanos. Quando uma EP e uma pessoa se encontram, se aniquilam, causando a obliteração.

O que são os BBs?

“BBs”, no plural! Existem vários BBs no universo de Death Stranding, apesar de você só interagir com um deles ao longo da jogatina.

death stranding

Os BBs ou Bebês Bridge são crianças prematuras mantidas dentro cápsulas que mimetizam o útero de suas mães, mas que freiam o desenvolvimento delas. Nessa condição, os BBs ficam entre a vida e a morte e se tornam capazes de ver as EPs. Essa habilidade fez com que os BBs fossem utilizados pelos portadores em suas travessias pelo país.

O que é a chuva quiral?

O Death Stranding também alterou o clima! A chuva e a neve não são meras “precipitações” da água que evapora para o céu, mas aceleram muito a passagem do tempo. Isso significa que qualquer coisa atingida pela chuva quiral tende a envelhecer e se deteriorar mais rápido. É por isso que, durante o jogo, você deve entregar a carga o mais rápido possível, para evitar que o recipiente e o conteúdo sejam atingidos pela chuva quiral.

Death Stranding

Os seres vivos também são influenciados pela chuva. É por isso que Sam e todos os personagens que vagam pelo mundo de Death Stranding estão cobertos da cabeça aos pés. Ao serem atingidos pela chuva quiral, os seres humanos envelhecem muito rápido.

O que são DOOMs?

Em um dos primeiros trailers de Death Stranding, Sam e Fragile conversam sobre eles terem “DOOMs” de níveis diferentes.

DOOMs são uma habilidade que faz com que algumas pessoas possam interagir com praias sem estarem mortas e detectar EPs de alguma forma.

Algumas pessoas têm mais DOOMs e podem perceber EPs mais intensamente. Sam tem nível 2, o que significa que ele pode sentir a presença das EPs, mas não consegue enxergá-las. Já Fragile tem um nível maior, o que faz com que ela consiga se teletransportar usando várias praias. Higgs, o vilão do jogo, tem um nível altíssimo de DOOMs e pode controlar EPs.

O que significa ser “um repatriado”?

Sam tem DOOMs, mas tem outra característica especial: ele é um repatriado. Isso significa que ele consegue “voltar da morte”. Isso tem tudo a ver com o fato de Death Stranding não ter um game over de fato.

deat h stranding

Quando Sam morre, seu corpo (Ha) permanece no mundo dos vivos, enquanto sua alma (Ka) vai parar em um lugar chamado de “Emenda”, que fica entre o nosso mundo e as Praias. Na Emenda, o Ka de Sam precisa encontrar o cordão de seu Ha para que ele volte à vida.

O que é o “strand system”?

O strand system é o principal conceito do multiplayer de Death Stranding. Ele permite que você construa escadas ou posicione cordas para atravessar terrenos e deixe esses objetos no mesmo lugar para que outros jogadores tenham acesso em suas travessias também.
Com o tempo, você vai ter acesso ao CQP, uma espécie de mini-impressora quiral que permite que várias estruturas sejam construídas e utilizadas por vários jogadores na sua “rede”, como pontes, geradores, abrigos da chuva, tirolesas, etc.

death stranding
Uma estrada inteira se formou com a cooperação dos jogadores.

Sempre que você usa a estrutura de alguém, o construtor recebe uma curtida. Você também vai receber curtidas todas as vezes que outro jogador for beneficiado por algo que construiu.

O strand system também permite que os jogadores se comuniquem de uma forma bem rudimentar. Há um sistema de placas que podem ser posicionadas basicamente em qualquer lugar para sinalizar perigos (uma área de EPs ou MULAs, chuva), apontar abrigos de chuva temporal em cavernas, rotas mais fáceis para seguir, correntezas de rios e até dar um forcinha de incentivo (que recarrega a energia do Sam) ou uma troca de curtidas.

Para quê servem as curtidas?

As curtidas funcionam como o XP em Death Stranding. Você vai acumular um número total de curtidas que vai ser distribuído entre algumas características do Sam. Basicamente, as curtidas determinam o seu “nível de portador”, quase como um nível de personagem em um RPG.

Death Stranding

Você recebe muitas curtidas a partir de interações no strand system, mas a boa parte delas também vêm da avaliação das entregas feitas pelos NPCs nas bases. Entregas de grande volume, com o mínimo de dano e no menor tempo possível tendem a ser melhor avaliadas e geram mais likes.

As curtidas acumuladas são distribuídas em uma estrela com cinco pontas que representam as categorias de “habilidades” do Sam como portador. A cada 10 níveis acumulados nessas categorias, o Sam aprimora uma habilidade.

death stranding

  • Elo social: sua conexão com outros jogadores. Determina o quanto você “enxerga” do strand system (estruturas construídas por outros jogadores).
  • Condição da carga: aumenta conforme você entrega mais cargas em bom estado. Determina o equilíbrio de Sam.
  • Miscelâneas: envolve outras atitudes, como descobrir novas rotas, atravessar áreas de BTs ou MULAs e entregar cargas perdidas. Determina quantas curtidas Sam recebe (age como um multiplicador).
  • Volume entregue: avalia quanta carga você entregou. Pedidos com grandes pesos ou quantidades de pacotes tendem a aumentar o número de likes aqui. Determina o peso que Sam consegue carregar sem se desequilibrar.
  • Tempo de entrega: quanto mais rápido, mais likes entram aqui. Alguns pedidos podem ter tempo limite. Determina o tamanho da barra de energia de Sam.

Tem “game over”? Como funciona?

Death Stranding não tem “game over”! Então, o que acontece quando Sam morre enquanto você joga?

Como já explicamos, Sam é um repatriado, o que significa que ele consegue voltar da “Emenda”, uma espécie de Limbo, ao encontrar seu “cordão”, que o leva de volta para o mundo dos vivos. É como se ele tivesse a habilidade de fazer seu corpo e sua alma se reencontrarem.

death stranding
Ser pego pelas EPs cria uma “obliteração”. Captura de tela do PS4.

No entanto, toda vez que Sam morre ao ser pego por EPs e volta, uma obliteração acontece. Isso significa que, no local onde a morte aconteceu, se forma uma imensa cratera e tudo que havia naquela região desaparece.

Como é a trilha sonora de Death Stranding?

O jogo tem uma trilha sonora tradicional, composta por Ludvig Forssel, que também foi o compositor de Metal Gear Solid V. No entanto, o grande destaque vai para as músicas cedidas especialmente para o jogo das bandas Low Roar e Silent Poets. Outros artistas também compuseram canções especialmente para Death Stranding, como CHVRCHES.

Você pode ouvir boa parte das músicas no Spotify e em uma playlist dentro do quarto privado no jogo.

Quanto tempo dura Death Stranding?

Depende bastante, considerando que estamos falando de um jogo de mundo aberto. Se você se focar apenas nas missões principais (que ficam marcadas em amarelo no menu de Pedidos do Sam), é possível finalizar em torno de 40 horas. Quem faz um gameplay mais livre, fazendo algumas das side-quests, pode levar umas 60 horas.

a platina é para os mais dedicados: são 200 horas, no modo difícil.

Death Stranding: Vale a pena?

Nós já publicamos nossa análise de Death Stranding! O game traz maestria técnica, com visuais incríveis e um gameplay inovador. No entanto, alguns jogadores podem se incomodar com seu ritmo mais lento.