O Desafio dos 10 anos (ou 10 Year Challenge) tomou conta das redes sociais nos últimos dias. Muitas pessoas estão postando fotos suas para comparar como mudaram desde o ano de 2009.

Aproveitando a onda do desafio, resolvemos analisar como 7 jogos de grandes franquias lançados em 2009 mudaram ao longo desses 10 anos. Como são vistos hoje? Quem são seus sucessores?

Assassin’s Creed II / Assassins Creed Odyssey

O primeiro Assassin’s Creed parecia promissor, mas a franquia realmente só se estabeleceu com a chegada do segundo game. Assassin’s Creed II trazia a história do carismático Ezio Auditore, em uma trama que se desenrolava em pleno Renascimento, na Itália. O contexto histórico envolvia a poderosa Igreja Católica e nomes muito conhecidos como os Borgia, Maquiavel e Leonardo Da Vinci. No presente, o jogador controlava Desmond Miles, um descendente do Credo.

Assassin's Creed Odyssey_destacada

Assassin’s Creed Odyssey representa bem o enorme salto (de fé) que a franquia deu nesses últimos 10 anos. Depois de passar por lançamentos anuais com qualidade técnica questionável, a Ubisoft reformulou a franquia e introduziu elementos de RPG, mapas cada vez maiores, batalhas navais e se distanciou ainda mais da trama de Desmond Miles.

Batman: Arkham Asylum / ?

Batman: Arkham Asylum causou furor quando chegou. O jogo do Homem-Morcego desenvolvido pela Rocksteady trazia uma jogabilidade furtiva e fluída em terceira pessoa que tinha tudo a ver com o herói. Foi considerado o melhor game de super-herói de todos os tempos e ganhou uma versão remasterizada no PS4 em 2016.

Depois de dar o pontapé na chamada “Série Arkham”, o jogo recebeu várias sequências. O último título da franquia foi Batman Arkham VR, lançado em 2016.

Atualmente, uma série de rumores rondam a próxima produção da Rocksteady envolvendo Batman ou outros heróis da DC, como o Superman, Mulher Maravilha e até a Liga da Justiça. Até agora, nada se concretizou.

Borderlands / Borderlands 3?

Borderlands conquistou o público com um jogo de tiro em primeira pessoa com elementos de RPG e uma vibe doida, mas bem doida mesmo. Ganhou duas sequências, além de um spin-off pela finada Telltale.

Atualmente existem alguns rumores e vazamentos sobre Borderlands 3 rondando a internet. O principal deles pode ter sido alimentado pelo próprio chefe dos desenvolvedores da Gearbox, Randy Pitchford, que saiu por aí fazendo várias postagens com o número 3.

Call of Duty: Modern Warfare 2 / Call of Duty Black Ops 4

Call of Duty Modern Warfare 2 ficou marcado pela polêmica missão No Russian, em que o jogador controla um agente da CIA infiltrado em um grupo terrorista e participa de um tiroteio em massa em um aeroporto. O game também trouxe, pela primeira vez, um cenário em uma favela no Rio de Janeiro.

As vendas de Call of Duty Modern Warfare 2 foram assustadoras logo no primeiro dia, rendendo US$ 310 milhões de e o título de
maior lançamento de um item de entretenimento na história à época.

Call of Duty Black Ops 4

Atualmente, Call of Duty Black Ops 4 trouxe uma série de mudanças para a franquia. Foi o primeiro jogo a não ter uma campanha single player tradicional e contar apenas com modos multiplayer. Ainda, Black Ops 4 introduziu um modo battle royale, chamado Blackout.

Final Fantasy XIII / Final Fantasy XV

Final Fantasy XIII trouxe a história da icônica heroína Lightning, que se torna uma inimiga do Estado ao tentar salvar sua irmã. O game trouxe algumas mudanças no sistema de batalha herdados de Final Fantasy XII, um ritmo mais acelerado, e certa linearidade.

Já o imensamente aguardado Final Fantasy XV trouxe a épica história de Noctis em uma jornada para tornar-se o Rei e guardião de Lucis. Falando de temas como amizade, legado e amadurecimento, Final Fantasy XV rompeu de vez com o sistema de RPG por turnos e trouxe uma pegada de ação para a franquia. O game dividiu opiniões e foi inundado por DLCs. Parte delas foi cancelado recentemente e o último extra, Episódio do Ardyn, será lançado em breve.

Resident Evil 5 / Resident Evil 2

Se Resident Evil 4 tinha causado uma revolução na franquia da Capcom, Resident Evil 5 abraçou as mudanças de vez e mergulhou de cabeça na ação. Trazendo um conceito de TPS cooperativo, o jogo levou os heróis Chris e Sheva para a África em uma jornada que envolvia o passado da Umbrella. Apesar da polêmica guinada em direção à ação, Resident Evil 5 segue como o jogo mais vendido da história da série.

DEMO resident Evil 2

Já Resident Evil 2 é um retorno às origens, literalmente. Com as reações mistas que Resident Evil 6 causou, a Capcom repensou os conceitos da série e voltou ao terror em Resident Evil 7. Agora, a desenvolvedora japonesa mistura a jogabilidade inovadora de RE4 com conceitos dos primeiros jogos da série para reviver o clássico de 1998.

Uncharted 2: Among Thieves / Uncharted 4: A Thief’s End

Começando com uma sequência eletrizante em um trem descarrilhado à beira de um precipício, Uncharted 2 chegou chegando e consolidou Nathan Drake como o Indiana Jones dos videogames. O jogo é um dos preferidos da franquia e venceu o título de “jogo do ano” em 2009 (nessa época o The Game Awards nem existia, o prêmio era da Spike TV).

Uncharted 4 manteve a fórmula da série, com jogabilidade divertida e história bem humorada, mas com um tom um pouco mais adulto. Esse foi o capítulo em que Drake amadureceu e fez as pazes com seu passado – e seu irmão desaparecido e viciado em aventura.

Teremos um Uncharted 5? Talvez não com Nathan Drake, cuja história pode ter sido realmente encerrada. Por enquanto o aventureiro deve aparecer somente nas telas dos cinemas, interpretado por Tom Holland. Quem assume então?

Talvez a franquia dê espaço para outros personagens brilharem, como foi o caso de Nanine Ross e Chloe Frazer em Uncharted: The Lost Legacy. Originalmente uma DLC, o conteúdo ficou tão bom que foi lançado como um standalone que se passa depois de Uncharted 4.