Há 25 anos, em 3 de dezembro de 1994, o PlayStation fazia sua estreia mundial no Japão. No país, o console vendeu 100 mil unidades apenas em um dia e eventualmente chegou a marca de 100 milhões de comercializações, tornando-se o primeiro videogame na história a alcançar tais números.

Para celebrar este aniversário de extrema importância, o Meu PS4 reuniu 25 jogos que fizeram história entre todos consoles da marca. Relembre conosco:

Gran Turismo 2 (PS1)

Gran Turismo 2
Gran Turismo 2 é um clássico do PlayStation One

A série da Polyphony teve no segundo título o “boom” necessário para seguir fazendo sucesso com eventuais sequências. Considerado um dos melhores simuladores de corrida em 32-bit, o game faz parte dos “Greatest Hits” da Sony, chegando a quase 9,5 milhões de vendas.

Resident Evil 3: Nemesis (PS1)

Resident Evil 3
Resident Evil 3 dava medo em muita gente na época

Outra franquia lembrada pelos gamers no mundo é Resident Evil. A aventura de Jill Valentine, que tenta escapar de Raccoon City de todo jeito, é uma das mais aclamadas da série. “Escapar” aliás, é uma palavra-chave desse game, visto que o terrível Nemesis te persegue o tempo todo.

Medal of Honor (PS1)

Medal of Honor
Medal of Honor foi um dos mais marcantes da era PlayStation

Lançado para PlayStation One em 1999, Medal of Honor foi o pontapé na série de FPS da EA, trazendo uma história sobre a Segunda Guerra Mundial. Os jogadores entram na pele de Jimmy Patterson, tenente que precisa sabotar os planos nazistas. Uma curiosidade é que o cineasta Steven Spielberg colaborou na criação do game.

Final Fantasy VII (PS1)

Final Fantasy VII
Final Fantasy VII tem uma das histórias mais emocionantes da história dos games

Quando lembramos da série “Final Fantasy”, não há fã que não recorde do sétimo título. O RPG conta a saga de Cloud Strife, um ex-SOLDIER e que busca uma nova vida como mercenário. Poderíamos enumerar uns 50 motivos para este jogo estar aqui, seja porque tem cenas marcantes, missões secundárias imersivas ou até mesmo minigames divertidos. Não é à toa que a Square Enix planeja lançar um remake em março de 2020.

Castlevania: Symphony of the Night (PS1)

Castlevania
Alucard despertou de seu sono em Symphony of the Night

Desenvolvido pela Konami em 1997, é o 13º título da série Castlevania. Diferentemente dos jogos anteriores, Symphony of the Night marcou a chegada de elementos em RPG, que prosseguiram em sequências da série. É um game obrigatório para fãs de Alucard.

Tony Hawk’s Pro Skater 2 (PS1)

Tony Hawk's Pro Skater 2
Tony Hawk’s Pro Skater 2 marcou uma geração de skatistas

Uma das séries mais aclamadas do saudoso PlayStation One, Tony Hawk’s Pro Skater figura na lista com seu segundo jogo. A variedade nas manobras, a quantidade de skatistas selecionáveis e uma trilha sonora épica fazem os fãs se lembrarem com carinho da franquia.

Resident Evil 4 (PS2)

Resident Evil 4
Leon S. Kennedy precisa resgatar a filha do presidente no quarto título de Resident Evil

Um dos maiores sucessos da franquia Resident Evil, Leon S. Kennedy volta a ser protagonista. O agente precisa resgatar a filha do presidente norte-americano, raptada por uma seita macabra. O personagem se vê em uma área rural e precisa enfrentar hordas e mais hordas de zumbis para alcançar seu objetivo.

Devil May Cry (PS2)

Devil May Cry
Dante faz de sua profissão, uma maneira de buscar vingança contra os demônios

Lançado em 2001 para PlayStation 2, Devil May Cry coloca o gamer na pele de Dante, um caçador de demônios que perdeu sua mãe e seu irmão por causa deles. O jogo da Capcom é um hack and slash, ainda contando com alguns puzzles que colocam as cabeças dos jogadores para trabalhar.

God of War II (PS2)

God of War II
A saga da vingança de Kratos continua no segundo capítulo

Dois anos depois de destronar Ares, Kratos retornaria para buscar ainda mais vingança. Agora Deus da Guerra, ele é traído por Zeus e perde seu posto no Olimpo. Não satisfeito com isso, ele jura retornar e acabar com a tirania do líder dos deuses. Para isso, ele precisa de uma ajudinha dos temidos Titãs.

Shadow of the Colossus (PS2)

Shadow of The Colossus
Derrotar os monstros colossais não era nada fácil

Diretamente do Japão para o mundo. Shadow of the Colossus é um daqueles clássicos inquestionáveis, que te coloca contra dezesseis monstros colossais para salvar uma garota chamada Mono.

GTA San Andreas (PS2)

GTA San Andreas
GTA San Andreas tem um dos memes mais famosos do mundo

Um dos games mais lembrados de todos os tempos é GTA: San Andreas. Hoje é meme constante na internet por causa da icônica fala do protagonista, CJ: “Aww, sh** here we go again!” Claro que o game vai muito além de uma piadinha, com ótima jogabilidade, sistema de progressão e história.

Need For Speed Underground (PS2)

Need For Speed Underground
Underground apresenta rachas noturnos dentro da cidade

Muitos consideram Underground o melhor Need For Speed até hoje. Muitos elementos inspirados em “Velozes e Furiosos” se fazem presente no game, como as corridas noturnas em circuitos urbanos.

Metal Gear Solid 3: Snake Eater (PS2)

Metal Gear Solid 3
Metal Gear Solid 3 se passa na Guerra Fria

A Hideo Kojima Game“. Claro que ao falar de PlayStation ou videogames em modo geral, não há como não lembrar de um dos produtores mais famosos na história da indústria. Kojima revolucionou os jogos ao lançar a franquia Metal Gear Solid, com o gênero “stealth“. E embora os títulos anteriores da saga tenham se saído bem, talvez o terceiro tenha sido a cereja do bolo ao reproduzir a era da Guerra Fria. É um game obrigatório.

The Elder Scrolls V: Skyrim (PS3)

Skyrim
O vasto mundo de Skyrim contava com os mitológicos dragões

Quem nunca se divertiu com os bugs bizarros no mundo de Skyrim? O RPG da Bethesda é um dos grandes games da década, com jogabilidade em mundo aberto, inúmeras quests, incontáveis armas para se escolher, e claro, diversos dragões para matar.

Uncharted 2: Among Thieves (PS3)

Uncharted 2
Uncharted 2 recebeu muitas melhorias de jogabilidade em comparação ao seu antecessor

Uncharted 2: Among Thieves é um salto gigantesco, no quesito jogabilidade, em relação a seu antecessor “Drake’s Fortune”. Os perigosos saltos e escaladas de Nate ficaram mais precisos e fluídos.

God of War III (PS3)

God of War III
O Fantasma de Esparta volta mais brutal do que nunca

A saga de Kratos na Grécia termina com um capítulo pra lá de brutal. Um dos melhores jogos do PlayStation 3, fecha o ciclo da eterna vingança do Fantasma de Esparta de maneira emocionante.

The Last of Us (PS3)

The Last of Us
The Last of Us é um turbilhão de emoções

Este é um jogo que briga com God of War III pelo posto de “melhor do PS3”. A saga de Joel e Ellie emociona cada pessoa que põe suas mãos no controle e o joga. A relação que começa horrível, conforme The Last of Us caminha, se transforma em um laço inabalável. Além disso, atirar ou estrangular alguns estaladores sempre foi muito divertido.

Call of Duty: Modern Warfare 2 (PS3)

Call of Duty Modern Warfare 2
A Infinity Ward caprichou em Modern Warfare 2

Desenvolvido pela Infinity Ward, a campanha se passa cinco anos após seu antecessor, Call of Duty 4: Modern Warfare, onde a tropa dos Rangers precisa defender os EUA de uma invasão russa.

Red Dead Redemption (PS3)

Red Dead Redemption
Red Dead Redemption desbancou God of War III na eleição VGA de 2010

Não são apenas The Last of Us e God of War III que brigam pela “medalha de ouro do PS3”. Red Dead Redemption foi o sucessor espiritual de Red Dead Revolver (2004), introduzindo uma história no velho-oeste, e inclusive, desbancando Kratos na disputa do VGA 2010, como o “melhor game”. Cavalos, tiroteios, xerifes e claro, criminosos compõem o vasto mundo do jogo.

God of War (PS4)

God of War
Agora barbudo e com um filho, Kratos faz uma expedição às terras nórdicas

Não, não vamos mudar o nome do site para Meu God of War. Depois de muitos anos, a Santa Monica voltou a dar sequência à história de Kratos, que de alguma maneira foi parar no mundo nórdico. Agora com um filho – e com temperamento bem menos explosivo – ele precisa ensinar seu herdeiro a se cuidar na natureza.

The Witcher 3: Wild Hunt (PS4)

the witcher 3
O bruxão levou o Game of the Year 2015 pra casa

The Witcher 3: Wild Hunt é o capítulo final na saga do “bruxão”, Geralt de Rívia. O RPG não possui jogabilidade linear e leva os gamers a explorarem todas missões possíveis no jogo, tamanha é a imersão. Foi eleito o GOTY 2015 com absoluta justiça.

Bloodborne (PS4)

Bloodborne
Bloodborne é mais um daqueles games que causa ira nos impacientes

Bloodborne é aquele tipo de jogo que pune os impacientes. Quando Hidetaka Miyazaki é o criador do jogo, é bem provável que o jogador passe por maus momentos (no bom sentido, claro). Ao mesmo tempo, é um prato cheio para quem gosta de bons desafios.

Uncharted 4: A Thief’s End (PS4)

Uncharted 4
Os irmãos Drake nutriram o sonho de encontrar o tesouro de Henry Avery

O quarto capítulo é o último de Nathan antes de sua aposentadoria. Quer dizer, ele já havia abandonado a carreira de ladrão, mas certo dia, seu irmão perdido, Sam Drake bate à sua porta e pede ajuda para encontrar o lendário tesouro de Henry Avery. Como o “bom filho a casa torna” ele parte em mais uma aventura.

Grand Theft Auto V (PS3/PS4)

GTA V
Título é o mais vendido na história do PlayStation

GTA V inovou, entre os games da franquia, com a possibilidade de jogar com três protagonistas diferentes: Franklin, Michael e Trevor. Ambicioso, este é um game com infinitas atividades: golf, dardos, tênis e muito mais. Com orçamento de US$ 250 milhões, o título teve uma execução estelar, e até hoje, é o mais vendido na história do PlayStation 4. Além disso, ainda aparece nas listas de mais comercializados mensalmente, mesmo seis anos após ser lançado.

Red Dead Redemption 2 (PS4)

RED DEAD REDEMPTION 2
Saga de Arthur Morgan é pra lá de emocionante

Fechando a lista, não poderia faltar um dos maiores jogos da atual geração. Red Dead Redemption 2 não foi GOTY 2018 por detalhe e apresenta uma das histórias mais emocionantes do velho-oeste. Muitos chamam de “GTA de cavalo”, mas basta dar uma chance para Arthur Morgan provar o contrário, que ele o faz.

E aí, caro leitor? Curtiu a lista? Tem algum game que ficou de fora e precisa ser lembrado? Monte sua listinha nos comentários!