Metal Gear Solid é uma das maiores obras de games de todos os tempos. A franquia carrega o peso de ser o “divisor de águas” em vários momentos da história dos video games. Metal Gear 1, Metal Gear Solid e Metal Gear Solid 3 são bons exemplos de precursores.

O recém lançado The Phantom Pain, também não decepciona e já figura na lista dos melhores da série, mesmo que seja o mais “diferente” da saga, no entanto muitos jogadores ainda se perguntam se realmente vale a pena comprá-lo, considerando ainda o preço pouco convidativo dos jogos atualmente. De antemão já lhe respondo: SIM, VALE!

“Mas cara, Metal Gear não tem uma historia gigante? Eu não vou ficar meio perdido?”

Não se preocupe! O nosso amigo Raphael fez um artigo que lhe prepara para o universo Metal Gear Solid. Nele você ficará por dentro da temática, sem tomar muitos spoilers.

“Não zerei The Witcher 3, saiu Mad Max e acabou de lançar a DLC do Destiny, ainda não me convenci a pegar o Metal Gear V…”

Por isso este post existe caro amigo leitor! Vamos listar para você 5 motivos para jogar Metal Gear Solid V: The Phantom Pain.

Gráficos

Como diria “aqueles” nossos amigos: 1080p!! 60fps!! Oh My God!

Sim, Metal Gear Solid V roda a 1080p 60fps no PS4, o que torna a experiência do jogo bem mais imersiva. Em momentos como em que o jogador precisa ter reflexos rápidos ou em cenas intensas de ação é que se percebe a importância dos 60fps e como ele muda o jogo como um o todo.

A movimentação e as texturas são espetaculares, os rostos e as ações foram precisamente capturadas e nenhum detalhe foi deixado de lado, desde o vento soprando na roupa do Big Boss até as grandes explosões, são todas muito bem reproduzidas. A modelagem também é bem “real”, o jogo as vezes parece mais um filme live-action do que um game propriamente dito.

https://www.youtube.com/watch?v=u9aytnyGwTo

Outro fator interessante é a ambientação, o jogo possuí 3 cenários únicos: Afeganistão, Angola e a Mother Base. Cada um possuí um território vasto e diferente para se explorar: O Afeganistão possuí áreas deserticos, mas mesmo assim não são monótonos! São várias bases intercaladas que oferecem diversas possibilidades. Já a Angola tem-se os pântanos, florestas densas e escuras e bases destruídas. A nossa Mother Base já não possuí cenários gigantes,  mas não decepciona, pois com o decorrer do jogo ela cresce e o jogador tem cada vez mais carinho por ela.

Metal Gear Solid 5

Detalhe: Todas as cenas cinematograficas são in-game, isso significa que elas são feitas com a própia engine do jogo.

Dividido em episódios, literalmente

Quem não gosta de assistir uma série envolvente e bem desenvolvida? Imagine fazer parte dela?

12049670_862394287189196_4455533787488717214_n

Metal Gear Solid V torna isso possível! Todas as missões principais são divididas em episodíos, com direito a uma pequena abertura no helicóptero mostrando o nome dos envolvidos na missão e com creditos no final.

Metal Gear Solid 5

Todas as missões são diferentes e intensas, e podem ser feitas de varias maneiras:

“Jogar como Rambo?” Yes, you can! Se você não tem paciência para ficar se esgueirando no mato, basta vestir seu uniforme de batalha, pegar sua AK-47 e explodir tudo!

Metal Gear Solid 5

“Não, prefiro o estilo Missão Impossível.” Sem problemas! Vista-se adequadamente, equipe a pistola tranquilizante e derrote seus inimigos na surdina.

Metal Gear Solid 5

“Mas, e se eu quiser incorporar o estilo “Sniper Americano?” Sim, meu caro amigo! Nada impede que você se equipe com uma potente .50 e derrote todos a uma distância segura.

Metal Gear Solid 5

Mother Base

Já pensou em ter um exército para chamar de seu? Então, isso também é possível!

A Mother Base será, como o próprio nome diz, a sua Base Mãe, lá você irá erguer seu exército e criar uma das maiores Forças Privadas do mundo. A Mother Base é uma plataforma petrolífera que serve como moradia e base para as tropas de Big Boss, ela é dividida em:

  • Plataforma de Comando
  • Plataforma de Unidade de Combate
  • Plataforma de Pesquisa e Desenvolvimento
  • Plataforma de Apoio
  • Plataforma de Inteligência
  • “Mais plataforma?”
  • Plataforma Médica
  • Plataforma de Desenvolvimento de Base

Metal Gear Solid 5

Muitas não? Cada uma contribui unicamente para que a Mother Base funcione, por exemplo: A de inteligência oferecerá apoio durante as missões, quando o jogador estiver perto de uma base inimiga a unidade de inteligência irá marcar no mapa possíveis locais onde os inimigos se encontram ou então poderá informar onde é possível encontrar materias primas e plantas.

Metal Gear Solid 5

“Eu vou precisar de funcionarios para isso, onde consigo?” 

Metal Gear Solid 5

Fulton é uma espécie de balão que leva os inimigos para a Mother Base, quando você faz um inimigo dormir ou ficar inconsciente o jogador pode usar este balão para levar ele para sua base e fazer com que ele trabalhe para o Big Boss, o mesmo funciona com carros, tanques de guerra, containers, etc.

Mesmo assim não adianta dar Fulton em todo mundo, o jogador terá que analisar o inimigo com o binóculo e ver suas competências.

12033046_862398227188802_7177311122260298433_n

E o melhor de tudo, você pode gerenciar sua base pelo iDroid, o celular do Big Boss!

Metal Gear Online

Metal Gear Online ainda não foi lançado, mas promete oferecer diversas possibilidades aos jogadores com multiplayers competitivos e variações de gameplay. Fique atento: 06 de outubro!

Metal Gear Solid 5

Temos, até o momento, três classes reveladas:

  • Infiltrator
  • Scout
  • Enforcer

Três modos de jogo:

  • Bouty Hunter
  • Cloak and Dagger
  • Comm Control

Cada classe terá um papel diferente nas partidas: O Infiltrator será o furtivo, ele poderá ficar invisivel, atirar tranquilizantes nos inimigos e dar Fulton neles, além de ser o mais silencioso. Scout é o sniper da equipe. Sua especialidade é alvejar seus inimigos a distância. E por fim, o Enforcer será o “tank”. Aquele cara responsável por quebrar tudo!

O modo Bouty Hunter será semelhante ao famoso Team Deathmatch, mas com algumas diferenças sutis. Neste modo de jogo, o objetivo é aniquilar os adversários até que os pontos totais da equipe inimiga acabem. Cada time irá começar com 30 pontos e, a cada vez que um jogador neutraliza um adversário, pontos serão somados para o “matador” e decrementados dos adversários. Quanto mais letal o jogador for, mais visado ele ficará na partida e sua cabeça será coloca à prêmio. Caso este mesmo player seja suplantado pelos adversários, os pontos voltam para outra equipe.

Exemplo: Jogador1 mata 10 inimigos, fazendo com que a equipe adversária fique com 20 pontos. Caso o Jogador1 seja neutralizado, nocauteado ou “levar” Fulton, estes 10 pontos voltam para os adversários.

Sobre os outros modos, pouco foi revelado: o modo Cloak and Dagger será um espécie de Team Deathmatch furtivo; Comm Control o objetivo é conseguir capturar o Intel do time adversario, como o bom e velho Capture a Bandeira.

Comm Control:

Bouty Hunter:

Cloak and Dagger:

O fechamento da história

Um dos principais objetivos de Metal Gear Solid V é preencher as lacunas na complexa e mirabolante história da saga. Hideo Kojima, mente criativa responsável pela obra, reforça que este será seu último trabalho à frente da franquia.

A história de MSGV começa logo depois de MSGV: Groud Zeroes (prólogo de MSGV: The Phantom Pain) com o BIg Boss acordando de um coma de 9 anos, ápos seu despertar, o hospital que Boss estava internado é atacado por forças paramilitares desconhecidas, até que um homem presta auxílio ao herói. Detalhe: Preste atenção na música e veja o quão importante ela é para esta cena:

A história começa em um ritmo lento, quase arrastado, mas no decorrer das atividades, se torna muito mais madura, ampla e cativante, digna de ser acompanha até o fim. Grande parte do enredo é narrado através de fitas-cassete, onde é possível ouvir detalhes que não são revelados através das cenas de corte.

Metal Gear Solid 5

The Phantom Pain é aquele típico jogo que se encaixa na categoria “obrigatório”. Certamente a obra estará entre os candidatos ao GOTY (Melhores Jogos do Ano).

E quanto a você, caro amigo, já experimentou o game? Gostou? Compartilhe conosco suas impressões!

Escrito por: Mateus Luiz