Days Gone é um baita exemplo de como se constrói um hype. Da desconfiança à expectativa, o novo exclusivo do PlayStation 4 promete surpreender muita gente. A ideia é ser muito mais do que só mais um jogo de zumbi. Mundo aberto, variações de inimigos, ciclo dia-noite… Os atrativos são muitos.

Marvel’s Spider-Man, The Last of Us Part II, Ghost of Tsushima e Death Stranding ficaram conhecidos como o Big Four da Sony, gerando expectativa há dois anos no mercado. Days Gone sempre “correu por fora”, assim como Concrete Genie e até o inovador Dreams, por exemplo.

Mas desde o fim do ano passado, com previews, novos trailers e mais informações sobre como ele seria um game cheio de atividades e também puxado para aquelas narrativas que mexem com o jogador, o clima mudou. Até quem desconfiava já não vê a hora de viver essa experiência.

Meu PS4 teve a oportunidade de jogar Days Gone na E3 2018, e as primeiras impressões do jogo foram positivas. O nível de dificuldade impressionou em uma atividade end-game, e a missão de história também demonstrou como você pode abordar as tarefas de diversas formas.

À época, houve quem criticasse o gameplay “simplista”. Inclusive, o game teve o lançamento adiado de fevereiro para abril. E o ano de 2018 terminou com o título mais “em baixa” do que no hype. Só que a partir de janeiro a Sony passou a “dar um gás” no marketing e tudo mudou.

Um trailer intenso de pré-vendanovos vídeos de gameplayum vídeo tocante de história… Basta dar uma olhadinha na nossa página de arquivos do jogo para ver como se intensificou a divulgação de conteúdo de Days Gone em 2019. E isso já ajuda a fazer um preview bem sólido.

Em gameplay, podemos esperar um mundo que não dá trégua. E não só “zumbis”, que podem vir em ondas de até 500 mortos-vivos. Humanos e até mesmo animais irão atacar Deacon e sua moto – que é parte fundamental da experiência. Isso vai acontecer em um mundo aberto enorme e uma história com mais de 30 horas.

A alternância entre dia e noite também é crucial – tanto que é essa relação que dá nome ao jogo. Sua jogabilidade de dia vai ser totalmente diferente da noite. E isso torna o game ainda mais dinâmico e imprevisível. A única certeza que você tem é de que tudo ao seu redor parece querer te matar.

Lá no anúncio do jogo, em 2016, já falava-se em narrativa forte. Essa é uma ótima característica que esperamos também de Days Gone. Com uma proposta diferente de The Last of Ussem muitas cinemáticas, mas com a capacidade de envolver seu jogador e criar um laço com ele.

Nós conversamos com os produtores do game, em um evento realizado pela Sony em São Paulo, e eles falaram bastante sobre como ele se diferencia de “games de sobrevivência” tradicionais. E, sinceramente, as palavras deles e o que jogamos lá nos fez ficarmos (mais) ansiosos para o jogo.

Ou seja, a expectativa agora é de que Days Gone seja um título completo, com o selo de qualidade de um título exclusivo da Sony para o PlayStation 4.

Faltam 4 dias!

  • Lançamento: 26/04/2019
  • Desenvolvedora: Bend Studio
  • Editora: Sony
  • Gênero: Sobrevivência
  • Preço: R$ 199,90 (tem desconto especial CLICANDO AQUI)
  • Edições Especiais: Deluxe (R$ 249,99), com três upgrades de itens, arco liberado mais cedo e tema dinâmico.
  • Jogadores: 1
  • Localização: Completa