Quando se ouve o nome FromSoftware, a expectativa aumenta naturalmente. Afinal, ela é a empresa responsável pela série Souls e por Bloodborne, títulos que estão entre os mais elogiados dos últimos tempos no mercado dos games. E, em alguns dias, chega uma nova aventura desses consagrados desenvolvedores: Sekiro: Shadows Die Twice.

O jogo foi mostrado oficialmente em junho do ano passado e, claro, as comparações com os games de sucesso da empresa logo começaram a surgir. Mas logo foi dito ao público que não esperasse algo como Dark Souls. Há muitas diferenças. Só que isso não parece ser algo ruim. É o mesmo selo de qualidade, com uma nova abordagem.

#AnoNovoJogoNovo: Sekiro: Shadows Die Twice e o legado da FromSoftware 1

Por exemplo: a empresa garante que Sekiro: Shadows Die Twice vai ser ainda mais difícil do que outros títulos da FromSoftware (apesar de parecer impossível). Ele até deve ter um tamanho semelhante a Dark Souls e Bloodborne, porém com uma nova fórmula e gameplay que se adapta ao estilo do jogador.

Sekiro

Nós testamos Sekiro na BGS 2018, e as primeiras impressões foram muito positivas. Visualmente e em termos de jogabilidade, ele parece ótimo. Claro, foi um teste rápido, onde não deu para ver muito a customização do personagem, nem “ver” tanto sangue quanto em alguns gameplays divulgados. Mas foi o suficiente.

Deu para entender o quanto, de fato, ele é “diferente e semelhante” dos seus primos famosos. O trailer de lançamento do jogo é brutal, e notamos exatamente isso nessa avaliação prévia. O combate é intenso, cheio de possibilidades, e em um mundo que impressiona visualmente.

Ficamos ainda mais empolgados porque sabemos que o game terá chefões incríveis, alguns deles até opcionais. E tudo isso com uma grande carga emocional. Afinal, um dos maiores investimentos foi na narrativa. Agora, o protagonista fala, contrariando a tradição da FromSoftware, e haverá até múltiplos finais para a história.


Sekiro

Por falar em história, afinal, o que diabos é Sekiro: Shadows Die Twice? Bem, já tem vídeo oficial sobre isso, mas, basicamente, o jogador assume o controle do guerreiro chamado “lobo de um braço só”, que está desfigurado e caído em desgraça, mas foi resgatado do abismo da morte. 

“Destinado a proteger um jovem senhor que descende de uma antiga linhagem, você se tornará alvo de muitos inimigos cruéis, incluindo o perigoso clã Ashina. Quando o jovem senhor é capturado, nada irá deter você em uma jornada arriscada para retomar sua honra — nem mesmo a própria morte”, diz o site oficial do game.

É um jogo sobre vingança. Sobre saciar sua sede de justiça com sangue. Tudo isso no lindo cenário do Japão do final dos anos 1500, no Período Sengoku, “uma era brutal de conflitos constantes de vida e de morte, enquanto encara inimigos épicos em um mundo sombrio e distorcido”.

Outras informações importantes: ele terá legendas em PT-BR, não contará com microtransações, é apenas single-player e tem uma edição física especial bem legal aqui no Brasil. Ah, e você sabia que Sekiro: Shadows Die Twice era pra ser um novo Tenchu? Que bom que não foi, porque agora teremos uma nova IP que promete muito.

Faltam 7 dias!

  • Lançamento: 22/03/2019   
  • Desenvolvedora: FromSoftware
  • Editora: Activision
  • Gênero: RPG de Ação
  • Preço: R$ 250 nas lojas
  • Versão Especial: R$ 193 (jogo + poster) com desconto especial limitado – CONFIRA AQUI
  • Jogadores: 1 
  • Localização: Legendas e Menus