No ano passado, a EA não conseguiu credenciar a gente, porque decidimos vir para a E3 em cima da hora, e tivemos que ir como público geral para o evento.

OK, acontece.

Só que nesse ano aconteceu de novo.

Eu falei pro nosso editor-executivo, guru, mestre, big boss, que eu ia fazer greve e boicotaria o EA Play 2018 na E3 2018.

Mas o vício no Fifinha falou mais alto, né, pai?

Então, lá fui eu, com mais de 13h de viagem no lombo, sem dormir direito, praticamente direto do aeroporto pro Hollywood Palladium. Cheguei à Los Angeles por volta das 10h. Passei bem rápido no hotel só pra deixar minha mala e fui pro evento da Electronic Arts.

Chegando lá, uma fila do cacete, um Sol das Arábias, meu chip da operadora americana não funcionava e, claro, não tinha uma rede Wi-Fi pra ajudar o cidadão.

Enquanto isso, a conferência comendo solta lá dentro e a galera da EA, assim como no ano passado, nem pra se preocupar em colocar uma tela do lado da fora pra quem tava naquela fila, que crescia a cada minuto, assistir. Até tinha um telão, só que virado pra dentro do Fan Fest, que estava fechado naquele momento.

Enfim, o público geral entraria a partir das 14h. Atrasou um pouquinho e, na minha vez, meu celular sem Internet não permitiu que o amiguinho da staff lesse o QR Code que é necessário pra entrar no evento. Yay!

Tive que ir a uma mesa separada, desenrolar e, depois de ser muito bem atendido pelo rapaz responsável, enfim consegui entrar.

Eu sabia que deveria correr para o Battlefield V, que era o jogo mais esperado, mas no caminho tinha o Fifinha. E, do lado dele, a taça da Champions League. O que eu fiz? É claro que parei lá antes!

EAPLAY_1

Tirei foto, joguei algumas partidas, me arrepiei com o THE CHAAAAMPIONS e os gráficos animais do jogo e depois, já que tava ali do lado, fui testar o NBA Live 19 também. Só que começou a bater uma frustração real por estar sem Internet e pela câmera do meu celular estar com uns borrões bizarros – o que me forçou a usar a câmera frontal dele para tudo.

Andei um pouco, tirei umas fotos, fiz uns vídeos e decidi ir embora – antes de saber que ia ter show do Migos de noite e eu acabei perdendo, mas tudo bem.

Achei uma loja da Verizon, comprei um chip e, pelo menos, a Internet eu passei a ter. Dei uma passeada por Hollywood, que eu já visitei mais do que a Praia de Ipanema durante esses últimos messes, fiz umas comprinhas e voltei pro hotel para fazer check-in, arrumar minha cama, escrever uns textos tipo esse aqui e, daqui a pouco, dormir.

Foi um dia cansativo pra cacete, bem frustrante em alguns momentos, mas no fim das contas, mais uma daquelas experiências pra guardar pra sempre. E amanhã tem mais!

Continuem acompanhando tudo da E3 2018 aqui no site e também no Instagram. Sigam @meups4_oficial e confiram o conteúdo em tempo real (ou quase rs) do que estou fazendo aqui em Los Angeles.

Abraços e até amanhã!