The Last of Us 2 estará no State of Play do dia 24 de setembro após “um longo tempo sem informações”, como o próprio diretor, Neil Druckmann, destacou no Twitter. Nós decidimos coletar todos os detalhes da história, trailers, jogabilidade e reuni-los nesta matéria. Assim, você pode se preparar melhor para receber as revelações que acontecerão na próxima semana.

Vale destacar que este artigo possui spoilers do primeiro jogo e detalhes revelados pela Naughty Dog para a sequência. Então, considere-se avisado!

De onde viemos

The Last of Us terminou com uma cena que resume o pilar do próximo jogo: a tensão entre o relacionamento de Ellie e Joel. O casca-grossa preferiu salvar a vida da menina em vez de curar a humanidade, mas escondeu a verdade dela.

Ellie e Joel então vão para o acampamento de Tommy, o irmão de Joel, em Jackson. O co-diretor do jogo, Kurt Margenau, garantiu que os eventos do primeiro título estão influenciando a nova história e destacou: “a relação de Ellie e Joel está muito abalada.”

Para onde vamos

Todo o background do jogo está formado, mas a história a se desenrolar vai abordar especificamente o “ódio de Ellie”. Ainda não há muitos detalhes sobre isso, mas temos algumas possíveis ideias.

A protagonista parece caçar os alvos da seita Seraphites, um grupo fanático que centraliza a vida em torno da fé e da espiritualidade. Este clã foi apresentado na Paris Game Week 2017 e são pessoas que utilizam da violência para expurgar os “pecados” do mundo pós-apocalíptico.

Possivelmente, alguém muito próximo da personagem foi ferido pela seita. Especulações sugerem que Dina, o interesse amoroso de Ellie, foi assassinada. Outros rumores apontam que o alvo foi Joel e ainda existe a possibilidade dos inimigos terem sido os responsáveis pela morte da mãe da Ellie.

Independentemente de quem tenha morrido, a “Wolf” – como a Ellie é conhecida devido às habilidades de caça e combate – está sanguinária em busca de vingança.

O gameplay

A Naughty Dog precisou adaptar o sistema de combate para combinar melhor com a Ellie. A personagem utiliza a faca como arma básica – que é o principal elemento utilizado na divulgação do game – e também consegue se esgueirar por lugares pequenos.

Ela conseguirá se arrastar no chão e se camuflar em meio a folhagens. O arsenal do jogo será expandido e os jogadores poderão utilizar armas pequenas, pesadas, de duas mãos, brancas e vários outros tipos.

O diretor do jogo deu a entender que Ellie terá um companheiro durante a jornada. Isso não significa a presença de Joel, mas fortalece as especulações de um parceiro canino (Dog e Wolf) devido à postagem feita pelo produtor em 2018.

Single e multiplayer

A Naughty Dog promoveu mudanças na estrutura de The Last of Us 2, mas também vai trazer outros elementos de volta. No quesito single player, o game não será completamente linear. Os jogadores poderão tomar decisões ao estilo Uncharted: The Lost Legacy, definido como um jogo de “linearidade ampliada”.

Algumas mecânicas de escolhas serão aprofundadas, sendo possível determinar se alguém morre ou não. Entrar em combate ou se esquivar do confronto também serão opções à disposição no controle de Ellie.

Para o multiplayer, o estúdio confirmou o retorno do modo Facções. A jogabilidade será no mesmo formato de gerenciamento de recursos durante 40 partidas em que era preciso ter sucesso na campanha.

As expectativas para The Last of Us 2

Além da presença no State of Play, The Last of Us 2 contará com um “Media Event” no mesmo dia. As expectativas são altas para detalhes mais precisos sobre a história, gameplay e outras características. A comunidade espera por um título ainda maior que o antecessor – a própria engine foi reformulada para tal objetivo.

Enquanto as novidades não chegam, fiquem com essa performance de Ashley Johnson (Ellie) com Troy Baker (Joel) e entrem no trem da hype!