Red Dead Redemption 2: o que sabemos até agora (e alguns chutes!)

Tentamos desvendar todos os detalhes do game.

Red Dead Redemption 2 é um dos games mais aguardados dos últimos anos, e o novo trailer do jogo, divulgado pela Rockstar Games, gerou enorme expectativa entre os muitos fãs da série. Por isso, o Meu PS4 decidiu conferir e pesquisar alguns detalhes deste vídeo – e propor algumas das possibilidades sobre o que parece estar por vir.

O que já podemos ver de cara é o novo protagonista, Arthur Morgan, com a a gangue Van der Linde, que já apareceu no primeiro jogo. O líder do clã, inclusive, Dutch Van der Linde, é visto – bem mais novo do que no game original, o que deixa a impressão de que o próximo título irá ser, na verdade, uma prequel. Mas vamos aos detalhes…

Velho Oeste

Butch Cassidy é um dos criminosos mais famosos dos anos do Velho Oeste nos Estados Unidos. Ele era líder do grupo Wild Bunch, que atuava no Wyoming, com bandidos como Sundance Kid. Eles ficaram famosos por roubos a bancos e trens – algo que aparece em evidência no trailer de Red Dead Redemption 2.

Velho oeste continua em destaque. Fonte: Rockstar Games.

Isso talvez seja um grande indicativo do período em que se passa essa história. Afinal, o jogo anterior se passou em 1911, e no início de 1912, com o Arizona admitido como o 48º estado dos EUA, chegava ao fim a era do Velho Oeste. Os últimos grandes roubos do Wild Bunch foram entre 1896 e 1899.

Em 96, foi um banco. Nesta mesma época, inclusive, grupos com dezenas de índios Yaki e revolucionários mexicanos se uniram em protestos perto da fronteira com os EUA. E, vale lembrar, que um personagem de feições indígenas aparece no trailer do novo RDR. Em 99, Butch roubou um trem de passageiros. Dois anos depois, fugiu para a América do Sul.

Ou seja, faz todo sentido levar a série de volta para esta época, porque se houvesse alguma continuação cronológica, teria que ser em um mundo totalmente novo. Por isso, retornar aos anos do começo dos Van der Linde é uma alternativa interessante para manter as raízes que foram criadas, mas também acrescentar novas possibilidades.

Assalto sobre trilhos. Fonte: Rockstar Games.

Fala-se que um período provável é por volta de 1906, cinco anos antes de RDR, na época em que Marston foi abandonado por seus antigos companheiros de gangue após um erro em um assalto. Ainda não se sabe exatamente, mas é muito provável que, mesmo apesar do 2 no nome, o novo Red Dead se passe antes dos eventos do primeiro Redemption.

Arthur Morgan

Quem é Arthur Morgan? De onde ele veio? Por que ele não estava no primeiro jogo? São muitas as perguntas sobre o novo protagonista da série, que parece ser mais um bandido do Velho Oeste. Ele parece um cara bem malvado – e que vai fazer muitas coisas ruins no jogo. Será que a redenção (Redemption) do título é sobre ele?

Um questionamento simples é que, se o Red Dead Redemption 2 é antes do primeiro, por que Arthur Morgan não apareceu no original? Será que o protagonista irá morrer ou ter um destino como o de Butch Cassidy e outros do faroeste norte-americano que fugiram quando tiveram a oportunidade?

Morgan será o protagonista. Fonte: Rockstar Games.

No trailer, ele aparece fazendo uma função bem comum em gangues: a do coletor. Ele vai buscar o dinheiro de quem está devendo. E, caso não paguem, já sabe, né? Ao que tudo indica, ele faz isso para os Van der Linde, com Dutch até falando sobre a sua lealdade no trailer. Parece que está aí o grande foco da história.

Em termos de personalidade, Morgan parece bem diferente de Marston. Se o protagonista do primeiro jogo buscava evitar o caminho do crime e era um sujeito mais “do bem”, agora a história é outra. Arthur parece impiedoso, inescrupuloso e provocador.  Mas não se sabe se são apenas momentos ou se ele será assim durante todo o game.

Van der Linde 

Dutch Van der Linde, o carismático antagonista de Red Dead Redemption, parece ser uma peça fundamental novamente em Red Dead Redemption 2. Sua gangue original atuou nos últimos anos de 1890 até 1906, quando houve a polêmica com John Marston. À época, ele sumiu, voltando a aparecer só em 1911 com uma nova gangue, com americanos.

Em Red Dead Redemption 2, devemos viver momentos da gangue original. Um pouco do que ouvimos/vimos no primeiro jogo. Só não se sabe ainda em qual período exato dela. O grande mistério, claro, é se Marston já estava entre eles no período que vai ser retratado nesta nova aventura.

Dutch mais jovem. Fonte: Rockstar Games.

Operando na região de West Elizabeth, a Dutch Gang “original” tinha nomes como Arthur Morgan, John Marston, Abigail Marston, Bill Williamson e Javier Escuella. Um grupo que, de fato, agia bastante contra as leis, mas era quase como um grupo do Robin Hood. Roubava, sim, mas para dar aos mais pobres de suas regiões.

Bill Williamson, que era um dos alvos a ser morto no primeiro Red Dead Redemption, inclusive, aparece vivinho da silva neste trailer do novo jogo. Mais um indício de que é uma prequel mesmo e de que tudo irá girar em torno do clã Van der Linde.

Aberto, online e incrível

O que o clipe nos mostra também é que Red Dead Redemption 2 é um jogo que parece ser tão ambicioso quanto GTA V. Talvez por isso esteja demorando tanto tempo. O sucesso que o game de crime nos tempos atuais fez, e faz até hoje, quatro anos após o lançamento, tem clara influência na próxima aventura no Velho Oeste.

O mundo aberto do novo Red Dead parece mais aberto do que nunca. Pelo trailer, notamos diversos ambientes, com direito até à neve, animais, novas mecânicas de combate e até a locomoção de personagens por pântanos. Arco e flecha, duas pistolas ao mesmo tempo e gráficos incríveis se destacam.

Mundo aberto e amplo. Fonte: Rockstar Games.

Sem falar nos roubos a banco e trens, que parecem excelentes em um modo história, mas podem facilmente se tornar atrativos online como as Heists de GTA. E, pelo que parece, é possível que tenhamos um mapa gigante para ser explorado. Isso porque, num momento do trailer, Arthur fala o seguinte:

Temos homens da lei nos perseguindo em três diferentes estados. Eles foram atrás de nós no oeste, nos perseguiram nas montanhas…

Pelas variações de cenários que vemos nas imagens e por essas palavras, é fácil concluir que haverá um mundo grande para explorar. Só não sabemos detalhes de como isso será feito, e de como serão as interações online previstas para Red Dead Redemption 2. Mas a expectativa é enorme para isso.