Los Angeles (CA) – Após jogar cerca de uma hora de Assassin’s Creed Odyssey, fica a certeza de que Assassin’s Creed Origins foi mesmo um marco para a franquia. A nova aventura sobre a Irmandade tem todo o jeitão de seu antecessor, mas com algumas melhorias extras, dando ao game uma cara quase nova.

Testamos o jogo no booth de imprensa da Ubisoft, e por isso tivemos bastante tempo para explorar o ambiente, em uma das muitas ilhas gregas que estão no game. Além de algumas quests da história, também era possível rodar pelo cenário e fazer sidequests, coletar itens… Foi uma experiência bem completinha. Inclusive, era possível escolher entre personagem homem ou mulher.

E o que mais chama a atenção, claro, é a ambientação. Assim como o Egito Antigo de Origins, a Grécia Antiga de Odyssey é um espetáculo. Do mar, azul clarinho, até às construções de templos para os deuses do Olimpo, tudo é perfeito. Incluindo roupas e faces de personagens, além de vegetações, prédios e outros detalhes dos cenários.

O gameplay também está bem redondinho. A câmera parece um pouco mais afastada do que a de Origins, o controle de veículos e o sistema de andar a cavalo seguem bem parecidos, e o combate conseguiu até evoluir. A mecânica é exatamente a mesma, mas agora as habilidades da sua skill tree podem ser ativadas com comandos específicos.

Usando o L1 e combinando-o com um dos quatro botões principais (Quadrado, X, Bola ou Triângulo), você ativa uma habilidade, como dar uma baita porrada com um chute, roubar o escudo de um inimigo ou se curar, por exemplo. O stealth continua sendo fundamental no jogo – ainda mais agora que você tem uma barra tipo aquela de “Procurado” do GTA.

Caso comece a matar muita gente e fazer muito barulho, não só você terá os inimigos comuns que tem que enfrentar como também mercenários que irão atrás de você para aniquilá-lo. Não vamos dar spoilers, mas o enredo do jogo também parece bem legal. O protagonista tem que dar suporte a uma rebelião contra um governo tirano na Grécia, que causou muita dor à população.

Para não dizer que não houve nada de negativo, podemos dizer que encontramos alguns pequenos bugs, como animais se movimentando em lugares esquisitos e alguns inimigos ficando travados em certas posições. Nada de grave, e como é uma versão de testes, é bem possível que isso seja ajustado para o lançamento final.