Los Angeles (CA) – Terror psicológico e realidade virtual combinam tão bem que a Ubisoft também resolveu apostar nesse gênero com Transference. Já conhecido da galera gamer como “jogo do Elijah Wood”, ele estava disponível para testes na área de imprensa da Ubi durante a E3 2018 e não decepcionou.

Quer dizer, a demonstração poderia ser um pouco mais longa, mas fora isso, o game teve uma introdução bem interessante. No teste, você entrava nas memórias de uma família, e tinha como objetivo recolher algumas lembranças que ajudassem a compreender mais da relação de um homem com seus familiares.

Para isso, você faz uma espécie de viagem entre mundos, que é ativada toda vez que o jogador aperta um interruptor – em uma mecânica semelhante ao que vimos nas fitas de Resident Evil 7. Em um universo, a vida atual. Em outro, memórias, lembranças, com os toques mais “assustadores”.

Não chega a ser um jogo de terror completo, pelo menos não nessa missão, mas sim de suspense, aquela pressão psicológica por saber o que vai acontecer e solucionar os puzzles para as pistas serem desvendadas. A cada ida às memórias, você tem que fazer algo que vá fazer sentido para entender o que está acontecendo no presente.

E o nível de dificuldade é bem interessante. Os quebra-cabeças não são tão simples, e o jogador pode demorar um tempinho até compreender o que precisa fazer a cada hora. A experiência é bem intensa, e talvez até por isso a demonstração tenha sido tão curtinha, com cerca de 15 minutos de duração.

Mesmo assim, deu uma ideia do que deve ser Transference e despertou uma curiosidade sobre o jogo que, até então, somente pelos trailers, não era tão grande. Resta ver como a Ubisoft construirá todo o desenvolvimento do enredo e se ele, realmente, vai alcançar todo esse potencial que parece ter.