O estúdio responsável por Just Cause 3 revelou agora pouco seu próximo grande trabalho: Generation Zero, um FPS de mundo aberto com uma espécie de releitura da Suécia dos anos 80, onde máquinas hostis invadiram o país nórdico, espalhando destruição e caos.

No game, os jogadores deverão fazer uso de táticas de guerrilhas, criando armadilhas e emboscadas criativas para suplantar os inimigos invasores. O primeiro trailer deixa boas impressões iniciais. Acompanhe:

Sozinho o co-op

Um dos recursos já especificados é a possibilidade de se desfrutar do jogo sozinho ou através da cooperação. Será possível se juntar até outros três amigos em um modo multiplayer co-op sem interrupções.

Colabore e combine suas habilidades únicas para derrubar inimigos, apoiar amigos abatidos revivendo-os e compartilhar o saque após um inimigo ser derrotado.

E a cooperação parece ser algo bem importante na proposta. O site oficial detalha que os inimigos serão ‘persistentes’, ou seja, ficarão vagando no mapa por todo o tempo, mesmo após reinício de outras jogatinas. E quando você (ou seus companheiros) conseguem causar dano em um inimigo específico, o dano também é permanente. “inimigos suportarão essas cicatrizes até que você as enfrente de novo, sejam minutos, horas ou semanas depois.

Engine APEX

O jogo está sendo desenvolvido com a tecnologia Apex, mesma utilizada em Just Cause 3 e no vindouro RAGE 2, outro título sob responsabilidade da Avalanche.

A engine permite ciclos de dia-noite com clima imprevisível, comportamento avançado de inteligência artificial, física balística aprimorada, acústica altamente realista e muitos outros aprimoramentos.

Generation Zero chegará ao PS4, Xbox One e PC em algum momento de 2019.