Sábado de BGS 2019… quem costuma visitar o maior evento de games da América Latina sabe: o sábado pode ser caótico, cheio e um teste para a paciência de alguns. Quem já é veterano da feira já se programa e age estrategicamente com antecedência. Ou tenta.

Comecei meu dia na feira indo direto para o stand da PlayStation. Meu plano inicial era testar Iron Man VR. Todo mundo estava falando superbem, mas eu tenho um pé atrás com realidade virtual. Tenho motion sickness com alguns deles, mas estava bem curiosa.

Testamos na BGS: Iron Man VR realiza o sonho de toda criança 1
Tatiane vai ser a estrela das fotos do meu post por motivos de: eu estava tonta demais pra pensar nisso.

O jogo é tudo que o boca a boca indicava. Você se sente o verdadeiro Homem de Ferro MESMO, controlando os propulsores nas manoplas da armadura com o PS Move. É divertidíssimo, mas deve ser mais ainda pra quem não fica enjoado com VR como eu. Como você precisa controlar Tony Stark em pleno ar, girar bastante a câmera… não deu muito certo pra mim. Precisei encerrar a demonstração antes da hora, infelizmente.

Meu segundo plano era ir para o BGS Talks do John Romero. A galera costuma associar o legado dele mais com Doom, mas eu procuraria ele por conta de Wolfenstein 3D, que foi o primeiro jogo da minha vida. Acabou não dando certo, porque o motion sickness acabou durando mais do que eu gostaria. Fui me abrigar um tempo na sala de imprensa pra me recuperar.

Lá, encontrei meus amigos lindos de equipe para a tarefa conjunta do dia: a gente queria tirar umas fotos institucionais, profissas mesmo, nessa BGS 2019. O José de Lima foi o fotógrafo e a Tatiane foi a diretora dos modelos.

bgs 2019 equipe

Na parte de cima, da esquerda para a direita estão: Bruna (eu, editora), Daniel (CEO), Thiago (editor) e Tatiane (comercial/social mídia). Em baixo: Vinícius (redator), Raphael (redator), José (social mídia) e Bruno (editor de vídeo).

Meu próximo objetivo foi encarar o filão do meet and greet do DC Douglas. Eu sou fã de Resident Evil e não podia perder a oportunidade de tirar uma foto e trocar umas palavrinhas com o dublador de Albert Wesker.

bgs 2019 bgs 2019

DC foi um fofo e super gentil. Pedi para ele assinar o meu exemplar do Essencial Resident Evil da WarpZone. Aliás, pausa pro momento jabá: o livro traz um conteúdo vasto sobre toda a franquia da Capcom, passando pelas origens da série, capítulos dedicados a perfis de personagens e informações dos jogos, além de uma linha do tempo com toda a cronologia da franquia. Foi um trabalho conjunto entre eu, o pessoal da Warpzone e meus eternos amigos do REVIL. Tem qualidade, mas também muito carinho no livro <3 Acho que é um item obrigatório para todo o fã da série.

BGS 2019: Quarto dia tem muita gente, equipe modelete e meet and greet 1

Se você está lendo esse diário, vale a pena passar lá no stand da WarpZone na BGS 2019 ( no setor da lojinhas) e adquirir o seu. O Essencial Resident Evil tem duas edições: de luxo, com a luva da Umbrella que vocês veem na foto aí em cima, e a tradicional, que contém apenas o livro. Se você não vai comparecer na feira este ano, pode encomendar o seu no site da WarpZone.