Uma reviravolta “daquelas” na indústria de videogames acaba de ser informada. A Bungie anunciou que está se separando da Activision e a compra total de todos os direitos sobre a série Destiny.

Em comunicado, o estúdio não poupou elogios a ex-parceira, reforçando que o sucesso do jogo não seria possível sem a experiência e suporte da dona do Call of Duty.

Com a Activision, criamos algo especial. Até à data, Destiny entregou uma combinação de mais de 50 milhões de cópias e expansões a jogadores em todo o mundo.

A partir de agora, a Bungie será totalmente responsável pelos lançamentos de Destiny e, com a ajuda da sua forte comunidade, pretende levar a série a outro nível.

Mas o caminho não será fácil. Ainda que o estúdio tenha larga experiência na criação de jogos, ainda falta-lhe conhecimento nos negócios de distribuição, algo que a Activision sabia fazer com muita competência.

Sabemos que assumir as responsabilidades pelo lançamento não será fácil. Ainda temos muito para aprender enquanto estúdio global independente, mas vemos muitas oportunidades e potencial para Destiny.

Os planos para Destiny 2 seguem inalterados. O jogo deve receber outros conteúdos ainda em 2019 e há especulações de que novos anúncios possam ser feitos.