A Bungie tem deixado claro que intenta mudar sua maneira de distribuir conteúdos de Destiny 2. A desenvolvedora esclarece o desejo em lançar atualizações mais frequentes, dando maior liberdade aos jogadores para escolherem aquilo que desejam jogar.

O site PlayStation Lifestyle esclarece que, segundo a empresa, este novo modelo visa eliminar a necessidade de se jogar todas as expansões anteriores para ter acesso a conteúdos mais atuais.

Por exemplo: os jogadores poderão começar a nova expansão, Shadowkeep, imediatamente, o que não era possível anteriormente. Além disso, a Designer-Chefe da Bungie, Raylene Decker, aponta que o desejo da empresa é que os jogadores não tenham a necessidade de “farmar” por horas a fio.

“Queremos que você possa iniciar, dentro do nível de poder da nova temporada, com o seu mesmo nível de luz”. Ela destaca ainda que tal mecânica deve soar satisfatória aos jogadores.

No entanto, por mais que pareça uma proposta ousada, a empresa se compromete a não prejudicar o bem-estar de seus funcionários. O Chefe de Projetos Scott Taylor ressalta que o mais importante é cuidar de todo time desenvolvedor. “É crucial que nossa equipe esteja feliz e saudável”, explica.

Por fim, o executivo aponta que manter os jogadores engajados em Destiny 2 não deve interferir com a qualidade de vida de seus colaboradores no trabalho.

Destiny 2 entra em uma nova fase, garante a Bungie, com novos modelos de distribuição de conteúdo, um modelo free-to-play, e a chegada do recurso cross-save.