Para quem estava reclamando da falta de marketing e de notícias de Death Stranding, a resposta chegou em grande estilo. Hideo Kojima demorou, mas mostrou a que veio. Após publicar teasers durante a semana e confirmar que novidades seriam divulgadas nessa quarta-feira (29), o lendário produtor japonês não decepcionou. Entregou um trailer apoteótico, com imagens incríveis, um pouco mais de background da história e muito, muito gameplay.

A princípio, antes da revelação, houve várias teorias. Especialmente baseadas nas imagens dos teasers, com as mãos, Sam e o bebê. Além das frases, com duplo sentido da palavra “amanhã” e o foco naquela história de “criar a corda”. Kojima já tinha dito diversas vezes que o jogo é uma experiência para conectar pessoas em torno de um objetivo. Pois bem, essa é “uma nova história começa para reconectar uma sociedade fragmentada”.

Confira o trailer abaixo e conclua por você mesmo do que se trata:

Sim, entendemos um pouco mais das “entidades” que aparecem, vemos que há inimigos humanos para Sam, que fugir dos bichos misteriosos não é fácil e que, sim, há combate. Bastante. Sem falar na confirmação de que parece haver realidades diferentes no mundo de Death Stranding.

Em breve, faremos um artigo mais completo dissecando os detalhes do trailer, revelando tudo o que entendemos. Nomes de personagens foram revelados, novos personagens apareceram e, claro, ficamos ainda com muitas dúvidas.Se não fosse assim, não seria Death Stranding, não é? Por enquanto, aprecie! Sem moderação! E muita atenção para a cena final. Ela é genial.

Mais cedo, a pré-venda do jogo entrou na PlayStation Store antes da hora, e sua data de lançamento começou a ser especulada. Agora, está tudo confirmado oficialmente. O jogo vem mesmo em 8 de novembro. Enfim, temos informações concretas sobre Death Stranding – e a sensação de “dever cumprido” para quem acompanhou essa saga desde o começo é indescritível. O amanhã está nas suas mãos.

Do hype ao rage ao hype de novo

Death Stranding é um caso, no mínimo, curioso. Anunciado em 2016 como grande retorno de Hideo Kojima após sua briga com a Konami, ele ganhou alguns trailers misteriosos nos últimos anos. Entretanto, passou em branco no TGA (onde era esperado pela amizade de Kojima com Geoff Keighley) e nos vídeos do State of Play.

Muita gente esperava que ele fosse o primeiro jogo do agora Big Three da Sony a chegar ao mercado. Depois, viriam The Last of Us Part II e Ghost of Tsushima. Porém, como não houve mais novidades desde a E3 e a Tokyo Game Show do ano passado, a expectativa passou a ser diferente.

Esse “sumiço” abaixou um pouco a expectativa da galera. Houve até quem cogitasse o cancelamento do jogo ou a perda de exclusividade da Sony. Mesmo com Hideo Kojima já tendo feito tours por empresas parceiras para demonstrar detalhes do jogo. E até com a localização de Death Stranding já sendo realizada em diversos países.

Mas tudo mudou quando a Kojima Productions soltou um teaser na última segunda-feira e confirmou que haveria mais informações hoje. Logo depois, vieram mais três vídeos curtos – que tinham algumas pistas do que estava por vir. Além disso, a PlayStation iniciou uma transmissão ao vivo na Twitch, que foi revelando cenas do jogo aos poucos.

Revelação em grande estilo

Com o mesmo efeito de mãos dos teasers, a live tinha as imagens cobertas. Conforme o tempo ia passando e mais gente entrava, mais mãos apareciam e, consequentemente, as cenas iam sendo reveladas. Aos poucos, fomos vendo alguns detalhes. Gameplay, Mads Mikkelsen, Sam numa moto estilo Tron, créditos para uma música, o Salão Oval…

E isso levantou uma teoria: as frases “Criar a Corda” e “O Amanhã Está Nas Suas Mãos”, usadas nos teasers, parece que tinham a ver justamente com isso. A corda é conectar as pessoas, e o “em suas mãos” tem relação com as mãos, literais, do vídeo, e também de todo mundo dar as mãos e entrar na transmissão para revelar o conteúdo.

O mais legal é que as imagens não eram sempre as mesmas. Começou com um pouco de coisa, depois foram adicionando mais, mais… Sempre em loop. Tudo isso só gerou uma expectativa crescente em torno da comunidade até 12h50 (de Brasília), com mais de 100 mil pessoas assistindo à live. Enfim, a hora da revelação.

Em suma, foi tudo o que a gente esperava. Oito minutos de cenas com gráficos lindos, um pouco mais de background pra história e muito gameplay. Além da data de lançamento. Kojima, novamente, não decepcionou. Death Stranding chega em seis meses, e promete ser mais uma grande experiência criada pelo japonês. Exclusiva para o PlayStation 4.

O que esperar? Bem, vindo de Hideo Kojima, gênio ou louco, é bem difícil de saber. Mas, enquanto isso, relembre todos os outros trailers do jogo e tente juntar as peças. Afinal, certamente isso é uma das partes mais legais da experiência. E já começou a contagem regressiva! Faltam 163 dias!