Custo de produção do PlayStation 5 é de US$ 450, diz Bloomberg

Preço de custo de US$ 450 vem tirando o sono dos executivos.

O preço de lançamento do PlayStation 5 é um dos assuntos comentados quando o tema “next-gen” entra em discussão. E as informações levantadas pelo site Bloomberg não devem deixar os fãs muito animados.

De acordo com fontes entrevistadas anonimamente pelo portal, a Sony estaria encontrando bastante dificuldade em formar o preço o venda do novo console. Os principais entraves seriam os altos custos de produção de alguns dos componentes eletrônicos, principalmente das DRAM e NAND e na escassez dos materiais.

A chegada de vários novos smartphones, como a nova linha da Samsung, tem feito com que as fábricas tenham de usar muitos componentes  – similares na fabricação – nos telefones e videogames, ocasionando em falta de recursos.

O portal explica que o aumento dos custos de produção elevou o preço unitário (de fabricação) para cerca de US$ 450. Um preço pouco competitivo, que implicaria em um valor de venda para o consumidor final próximo de US$ 470.

A determinação do preço é um processo especialmente delicado. De acordo a empresa de inteligência de mercado, IHS Markit, o PlayStation 4 foi lançado em 2013 a US$ 399 com um custo de produção unitário de aproximadamente US$ 380. Ou seja, a Sony tinha uma margem de lucro bem baixa em relação ao preço final.

Todo este cenário, segundo as informações do site, vem fazendo alguns executivos da Sony defenderem uma estratégia similar a implementada no PlayStation 3. A empresa japonesa teria de vender o console com prejuízos com intuito de competir com o Xbox Series X. Os lucros viriam das vendas de jogos e serviços.

Diante disso e, também dos problemas relacionados ao corona vírus, os consumidores não devem esperar pelo preço do PlayStation 5 por volta de US$ 400. Os indícios apontam para números bem mais próximos dos US$ 500.

Disqus Comments Loading...