As avaliações de Death Stranding vendo sendo um misto: desde pontuações máximas até críticas ferrenhas. Hideo Kojima comentou sobre as análises e destacou que o jogo foi mais “atacado” nos Estados Unidos porque os jogadores americanos preferem FPS, enquanto o game “é algo muito além disso”.

Em entrevista ao TGCom24, Kojima disse que Death Stranding ganhou boas notas em veículos especializados na Europa e no Japão. As críticas negativas estão concentradas no território norte-americano. O diretor explicou que sempre tenta criar coisas inéditas e, por isso, pode ter dificultado a compreensão dos jogadores nessa região.

Talvez, este jogo seja difícil de entender para certos tipos de críticos e audiência. Os americanos são grande fãs de FPS e Death Stranding não é isso, é algo superior. Sempre tento criar algo inédito, e isso é algo apreciado por italianos e franceses que curtem produtos originais.

Kojima relembrou a própria criação de Metal Gear, que foi algo inédito para as pessoas descobrirem sistemas de gameplay jamais vistos anteriormente. Essa foi “a mesma abordagem” no jogo de Sam Porter Bridges.

Eu acredito que terão reações negativas e positivas conforme as pessoas vão jogando. Isso acontece quando você tenta fazer algo inédito, seja nos filmes ou jogos. É um desafio oferecer algo que as pessoas nunca viram. Foi o que aconteceu quando eu produzi o primeiro game stealth.

Notas mistas de Death Stranding eram esperadas

Apesar das notas de Death Stranding não serem unânimes, o diretor do game já esperava pelas diferentes reações. Mesmo assim, Kojima está satisfeito com o resultado alcançado, principalmente pelo resultado apresentado no multiplayer do jogo. Segundo ele, as interações encorajam os jogadores a criarem conexões com os outros.

Quando você passa um tempo na Internet, você vê as pessoas brigando entre si. Era uma tecnologia feita para nos aproximar. Quando você joga Death Stranding, a conexão com as pessoas é inteiramente positiva […] Estou orgulhoso disso.

Death Stranding foi lançado na última sexta-feira (8) e vem conquistando bons números. No Reino Unido, o título alcançou o segundo lugar nas comercializações do último fim de semana, ficando atrás apenas de Call of Duty: Modern Warfare. Além disso, foi o segundo maior lançamento de PlayStation em 2019, perdendo para Days Gone.