Os jogos multiplayer estão acabando com os single-player“. “Games como God of War mostram que o modo single-player está mais vivo do que nunca“. “Hoje todo mundo só quer saber de battle royale“. Certamente, você viu/ouviu alguma dessas frases, ou coisas semelhantes, nos últimos anos. A tal briga entre experiências focadas na narrativa e outras somente for fun. Mas será que há, mesmo, uma disputa?

Em entrevista ao site IGN, Cory Barlog, diretor de God of War, falou sobre essa polêmica e tratou de descartar esse tipo de competição. Segundo ele, os dois tipos de jogos podem – e devem – conviver em total harmonia no mercado. E os gamers só têm a ganhar com isso. Afinal, a quantidade de opções que a indústria oferece hoje é gigantesca.

Isso não é uma disputa, entre multiplayer e single-player. Não é sobre um estar morto e o outro vivo, certo? É o Gato de Schrödinger. Estamos todos mortos e vivos ao mesmo tempo. Sempre vai ser assim – disse.

Apesar disso, Barlog também deixou clara sua preferência – que não é surpresa para ninguém, não é mesmo?

Competição não me motiva. Não quero dizer que é ruim, e que todos os jogos competitivos são ruins, porque eu amo que eles existem, mas simplesmente não é a minha pegada – completou.