Comparações entre Tomb Raider e Uncharted são inevitáveis: são duas séries dos videogames com protagonistas arqueólogos brilhantes e que embarcam em aventuras incríveis na caça por artefatos antigos.

Aproveitando o período pré-lançamento de Shadow of the Tomb Raider, o diretor narrativo do game, Jason Dozois, conversou com o GameSpot sobre as diferenças entre as duas franquias. Para o diretor, os dois games divergem bem mais do que parecem. Apesar de a série de Lara Croft ter uma abordagem mais séria, a saga de Nathan Drake é mais realista quando fala de temas místicos e mitologias:

“O tom é um pouco diferente – eles estão mais ‘pé no chão’ com a mitologia, e nós somos mais ‘mágicos’. Eles também tem um foco bem maior no humor, enquanto nós temos um tom mais dramático. Acho que nós temos uma certa originalidade na exploração, também”.

Apesar das comparações constantes, para o diretor narrativo, não há rivalidade. Jason Dozois contou que a equipe de desenvolvimento da Eidos Montreal é fã de Uncharted: “eu amei Uncharted 4, foi muito divertido. Uma narrativa incrível com momentos sensacionais para os personagens. É muito divertido fazer parte daquele universo”.

Enquanto Uncharted 4 parece ter mesmo encerrado a história de aventuras de Nathan Drake, Shadow of the Tomb Raider também significa o fechamento de um arco para Lara Croft. O game finaliza uma trilogia iniciada com o reboot da saga, em 2013, e deve mostrar a protagonista “se tornar a heroína que está destinada a ser“.

Shadow of the Tomb Raider chega em 14 de setembro.