Dragon Ball Z: Kakarot terá uma jornada tão extensa quanto os próprios animes. O insider Ken Xyro compartilhou informações sobre o novo jogo da Bandai Namco e detalhou certas mecânicas de jogabilidade.

Inicialmente, Xyro comentou sobre o tempo de jogo. Kakarot terá uma campanha com duração de 35 a 40 horas, mas quem quiser fazer as atividades paralelas e explorar tudo do universo, poderá facilmente gastar de 80 a 100 horas.

O insider disse que os controles são fáceis de navegar e o objetivo principal atual sempre fica à mostra. Claro que isso não vai impedir a exploração dos mundos. Até porque as diferentes regiões possuem “atividades das mais variadas” e a mecânica de coletar comida exigirá um certo grind dos jogadores.

Um detalhe que chamou a atenção dos fãs mais tradicionais é a reprodução do universo Dragon Ball no jogo. Xyro definiu o game da CyberConnect2 como “incrivelmente preciso” sobre os eventos apresentados na televisão e no mangá.

Ele também comentou sobre a personalização. Há “movimentos desbloqueáveis” que podem configurar o estilo de luta, mas este sistema de customização é restrito. Afinal, o objetivo do jogo não é criar um novo personagem, mas apresentar fielmente os que já existem.

Por fim, Xyro destacou que o jogo é inteiramente focado em uma experiência single-player e não possui quaisquer elementos online.

Novo trailer de Dragon Ball Z: Kakarot

Recentemente, a Bandai Namco e a CyberConnect2 divulgaram o novo trailer de Dragon Ball Z: Kakarot. O vídeo mostrou alguns dos desafios que aparecerão contra Goku e como ele contará com a ajuda de todos os amigos.

Dragon Ball Kakarot vai chegar em 17 de Janeiro de 2020 ao PlayStation 4, Xbox One e PC.