EA diminui preços de personagens em Star Wars Battlefront 2

Críticas deram resultado!

Se você foi um dos fãs que reclamaram nas redes sociais sobre as microtransações de Star Wars Battlefront II, parabéns. As críticas da comunidade ao jogo vêm fazendo com que a EA repense diversos pontos do seu sistema de desbloqueio de conteúdo. Após uma polêmica sobre a liberação de Darth Vader e outros personagens, que necessitava de grind excessivo, a companhia diminuiu as exigências.

No modo multiplayer, era preciso gastar créditos para liberar alguns dos personagens principais da franquia como controláveis. Um post no Reddit desencadeou uma série de reclamações dos jogadores, incomodados com o fato de terem que pagar ou jogar muitas horas para que isso acontecesse. A EA, depois de tanto feedback negativo, se pronunciou.

A companhia admitiu que irá “diminuir drasticamente o custo de desbloqueio de personagens”. Eles não vão ficar livres de graça, mas o preço caiu 75% em relação ao original. Agora, é preciso gastar 15 mil créditos para liberar Luke Skywalker e Darth Vader, 10 mil para Palpatine, Chewbacca e Leia, e 5 mil para Iden Versio. Assim, “eles ficam acessíveis para todos os jogadores”.

Star Wars Battlefront II sai no próximo dia 17, mas já está liberado no EA Access ou para quem fez a pré-compra das edições premium do game. Vale destacar o desempenho de gerenciamento de crises da EA. O jogo, após a versão beta, foi alvo de muitas reclamações, e rapidamente a empresa tomou atitudes para melhorar a percepção dos jogadores sobre ele. Resta ver se isso irá se concretizar em um bom número de vendas ou em suporte contínuo da empresa.