BioMutant foi uma surpresa que agradou bastante quando anunciado na Gamescom 2017 pela THQ Nordic. O título RPG ofertará uma experiência única no controle de um Racoon totalmente poderoso (semelhantemente ao Rocket, do Guardiões da Galáxia). Para aguçar ainda mais os ânimos, o co-fundador da desenvolvedora Experiment, Stefan Ljungqvist, revelou informações sobre o tempo de gameplay e os finais do jogo.

Primeiramente, Stefan revelou ser difícil calcular o tempo de gameplay que estará disponível no título. Como trata-se de um RPG de mundo aberto, o jogador possui a liberdade de ter o seu próprio ritmo. No entanto, ele acredita ser requerido, no mínimo, 10 horas para concluir a campanha, sendo facilmente superado ao longo da jornada.

“É complicado ser preciso quanto a essa questão em um jogo de mundo aberto, mas creio que será no mínimo 10 horas. Simplificando, será preciso alguns ‘requerimentos’ que você ‘precisará’ completar para conseguir chegar ao final do game.”

Estúdio confirma múltiplos finais para BioMutant e duração da campanha 1

Múltiplas escolhas

A variedade de decisões será um fator essencial para a rejogabilidade. O co-fundador revelou que o título contará com variações de finais baseados nas escolhas dos jogadores. No mundo de BioMutant, as pessoas poderão tomar rumos de acordo com suas preferências.

Existe uma árvore responsável pela vida no mundo de BioMutant, e os jogadores poderão escolher entre derrubá-la ou conservá-la ao final. Isso proporciona um final “obscuro” ou “bondoso”, respectivamente.

Stefan ainda comentou sobre as várias tribos que estarão lutando pelo poder, sendo que as mesmas estarão associados ao sistema moral Yin-Yang que moldará o futuro do jogador. Caso haja a preferência por um dos lados das tribos, isso determinará quem será o rei do mundo e como serão as regras estabelecidas. Stefan ilustrou o final da tribo Yin como a facção Sith de Star Wars; e o final da tribo Yang como A Sociedade do Anel em Senhor dos Anéis.

Ansioso pelo título? Deixe seu comentário!