O produtor de Fatal Frame, Keisuke Kikuchi, até gostaria de retornar com a série de terror, mas isso só acontecerá se fizer “sentido comercial” para a Koei Tecmo. Em entrevista com o site Noisy Pixel, o produtor explicou a situação.

[…] Pessoalmente, eu gostaria de continuar a franquia. Eu sei que várias pessoas também querem isso. Nós já pensamos em algumas ideias de como poderia ser a sequência, mas o novo projeto teria que fazer sentido comercialmente antes de mais nada. Por enquanto, estou focado em Atelier e Fairy Tail. Minhas prioridades é fazê-los bem-sucedidos antes de pensar na franquia Fatal Frame ou Deception.

O último jogo da franquia que chegou ao PlayStation foi Fatal Frame III: The Tormented em 2005. Desde então, a série apenas ganhou um novo game exclusivo para o Nintendo Wii U em 2015.

Fatal Frame sempre foi muita cultuada pelos fãs por conseguir apresentar uma experiência de terror bem ao estilo japonês. Com uma atmosfera tensa e sobrenatural, os jogos apostam na aparição de fantasmas e eventos sobrenaturais.

Sem Fatal Frame, mas com Fairy Tail

Keisuke Kikuchi está envolvido com o RPG Fairy Tail. O jogo contará com um sistema de batalhas por turnos – “selecione uma magia de ataque ou defesa, que é melhor para a situação, e acabe com seus inimigos”. Até cinco membros poderão fazer parte da party.

Fairy Tail será lançado para PlayStation 4, PC e Nintendo Switch em 2020. A desenvolvedora trabalha no jogo com a supervisão do autor da franquia, Hiro Mashima.