O governo da Bélgica venceu a queda de braço com a Electronic Arts. A partir do dia 31 desse mês de janeiro, a empresa não poderá mais comercializar FIFA Points na região. Comunicada oficialmente pela própria EA, a decisão não afetará quem já possui alguns pontos na sua conta.

As polêmicas envolvendo loot boxes e microtransações estão fervendo na Europa, e um dos principais alvos é a EA Sports com FIFA 19. Os FIFA Points, que são adquiridos no modo Ultimate Team para comprar pacotes com cartas de jogadores e itens, são vistos pelas autoridades de alguns países como “jogos de azar”.

O jogador compra um determinado número de “pontos” que são usados para adquirir esses packs. No entanto, ele não tem a garantia exata do que irá receber pelo dinheiro investido. No FIFA 19, a EA até colocou a probabilidade que um jogador tem de tirar um determinado tipo de carta, para amenizar o problema, mas não foi o bastante.

Muita gente na comunidade reclama que já gastou centenas ou até milhares de dólares, euros e reais, mas nunca tirou nada de bom nos tais pacotes. Há relatos de pro players, além de jogadores casuais com muito dinheiro, que gastam “rios de dinheiro” com FIFA points para conseguirem montar seus times.

Certamente, essa é uma renda enorme da EA, e apesar de ela dizer que a mudança na Bélgica “não é decisiva” para sua performance financeira, certamente liga um sinal de alerta na empresa. Afinal, a Bélgica pode não representar muita coisa, mas se a decisão for usada como base em outros países, vai causar um grande impacto.

Confira a tradução do comunicado da EA:

Após discussões com as autoridades belgas, decidimos parar de vender FIFA Points na região. Estamos trabalhando para fazê-lo até 31 de janeiro. Jogadores na Bélgica não poderão mais comprar pontos para obter packs do Ultimate Team.

Jogadores ainda podem acessar o UT e jogar com suas cartas. Todo o conteúdo no jogo pode ser conquistado via gameplay. Sempre foi assim. E os jogadores podem continuar usando coins e o mercado in-game. Quem tiver FIFA Points poderá continuar usando, mas não poderá comprar mais. Pedimos desculpas por quaisquer inconveniências.Buscamos dar escolhas, justiça, valor e diversão para os jogadores em todos os nossos jogos. Além disso, incluímos as chances de cada pack justamente por mais transparência.

Então, por mais que estejamos fazendo isso, não concordamos com a interpretação da lei e vamos continuar buscando melhores soluções. O impacto dessa mudança não é decisivo para nossa performance financeira.