Ion Maiden, novo FPS do estúdio de Duke Nukem, agora tem outro nome: Ion Fury. O jogo, que está em early access na Steam, porém, só deve chegar ao PlayStation 4 em 2020. Seu lançamento acontecerá primeiro no PC, em agosto desse ano.

Tratado como uma volta à velha escola dos shooters, o game está sendo desenvolvido pela 3D Realms, criadora de Duke Nukem 3D, Prey e Max Payne. A Voidpoint também faz parte do projeto, que tem todas as características de um jogo de tiro dos anos 90. Visualmente e em gameplay. No melhor estilo Shadow Warrior e Blood, por exemplo.

O jogador vai controlar Shelly “Bombshell” Harrison, uma soldada da Global Defense Force. Seu objetivo é destruir um culto cibernético comandado pelo vilão Dr. Jadus Heskel. Como? Com muitos tiros e explosões! A ideia do gameplay é ser bem caótico e frenético. Quem já teve alguma experiência com Duke Nukem vai se identificar rapidamente.

Novo FPS do estúdio de Duke Nukem

É difícil fugir do rótulo de “novo FPS do estúdio de Duke Nukem”, ou até de “novo Duke Nukem”. Sem dúvidas, é uma grande pressão. Mas a PC Gamer, por exemplo, em uma matéria feita baseada no acesso antecipado do game, foi só elogios. Segundo a revista, ele é “digno de herdar a coroa de Duke Nukem 3D”.

Vale lembrar que Ion Fury usa exatamente a mesma engine de Duke Nukem 3D, que foi lançado há 23 anos. Ou seja, “o velho vira novo outra vez”. E esse não é o único shooter que aposta nisso atualmente. Há vários outros títulos “retrô” que vêm fazendo sucesso e agradando os fãs, como Strafe, Prodeus e Wrath: Aeon of Ruin.

Confira o trailer do jogo abaixo: