Sekiro: Shadows Die Twice é um dos lançamentos mais aguardados de do primeiro semestre. O novo game da FromSoftware promete honrar o legado dos jogos hardcore anteriores, mas também, apresentar uma proposta inteiramente inédita.

O produtor da Activision, Robert Conkey, concedeu uma entrevista ao PlayStation Blog e destaca algumas características do título que chega em 22 de março. Segundo ele, mesmo com veteranos que conhecem o universo Souls, Sekiro apresenta algo novo.

Apesar da familiaridade dos trabalhos anteriores da FromSoftware, esta é uma experiência completamente nova. Isso promove um apelo tanto para os fãs quanto para novos jogadores. O novo sistema de Posture é uma evolução do combate da FromSoftware, com táticas reformuladas. Será necessário um tempo para aprender e experimentar todas as possibilidade do combate, mas será recompensador.

O produtor ressalta que existem várias formas de se lidar com os confrontos. Várias ferramentas estão à disposição para enfrentar inimigos múltiplos de uma vez, ou em embates 1×1.

A furtividade é uma das maneiras boas de se inciar, porém, a estratégia do jogo é fundamentada em como você começa as lutas e se está preparado com os recursos obtidos ao longo da exploração.

Conkey especificou alguns detalhes sobre o sistema de ressurreição que o protagonista The Wolf contará. Na época da E3, o diretor Miyazaki havia revelado que não tinha concluído o sistema. Agora, o produtor mostra qual é o objetivo deste recurso.

A ideia desta mecânica é mostrar um shinobi poderoso e frágil, além de oferecer uma forma de avançar nos limites e arriscar. Alguns jogadores notaram que existem itens que causavam a própria morte em troca de vantagens. Mas é claro, isso não torna o jogo fácil. O jogo foi balanceado pensando nesta habilidade. O desafio ainda está lá, intacto.

Sobre o protagonista, o produtor ressalta que a mobilidade é uma das coisas mais empolgantes de Sekiro. O salto muda o conceito do combate, permitindo confrontos contra vários inimigos ao mesmo tempo. Além disso, técnicas foram criadas com o intuito de serem aplicadas em situações específicas.

Por fim, Conkey defendeu a FromSoftware em defendê-los como “mestres em atmosfera”. A ambientação dos chefes, por exemplo, foi criada uma por uma. Cada um possui seu tema musical, além do próprio senso de personalidade.

A Monja Corrompida é um grande exemplo disso. Tudo, desde os robes (roupa) longos e flutuantes até a forma como ela luta, a ponte, a luz, a música, tudo faz a luta ser memorável. Até as árvores em volta mudam o combate em si para garantir vantagens de posição