Os fãs de Kingdom Hearts 3 esperam pela chegada do Modo Critical, confirmado pelo diretor do jogo, Tetsuya Nomura. Apesar da falta de previsão para o lançamento, o co-diretor, Tai Yasue, antecipou algumas características do modo mais difícil.

Em entrevista ao Gamereactor (via DualSHOCKERS), Yasue revela como o Modo Critical irá alterar a dinâmica das batalhas. Os jogadores precisarão equilibrar as habilidades de Sora juntamente com as táticas do time, além de utilizar todos os recursos in-game.

Nós queremos fazer isso da maneira certa, não superficialmente ao aumentar as barras de HP dos inimigos. Nós adicionamos novas habilidades para o Modo Critical.

Estrategicamente falando, a declaração do co-diretor pode indicar uma expansão dos elementos presentes, como um foco maior no sistema cooking. Ao utilizar a cozinha para produzir alimentos especiais, os atributos são melhorados. Talvez isso seja uma das táticas fundamentais para a experiência mais difícil.

Ao que parece, os jogadores deverão fazer um uso mais amplo – nas batalhas – dos pratos preparados nos mini-game de Ratatouille. Eles servem para melhorar determinados atributos.

Em nossa análise de Kingdom Hearts 3 destacamos:

O novo capítulo épico da saga de Sora e companhia pode dividir opiniões em termos de narrativa, como acontece com (quase) todas as franquias, porém Kingdom Hearts 3 é uma obra de arte. Em visual, trilha sonora e gameplay, não há o que discutir. Poderia ter localização em português, menos loadings e fator replay maior, mas isso é detalhe perto do que a experiência oferece. Demorou, mas valeu a espera. Kingdom Hearts 3 já pode ser considerado um dos jogos dessa geração.