O modelo atual das loot boxes em Rocket League está com os dias contados. A Psyonix anunciou que vai “remover todas as Crates pagas aleatórias” do jogo até o final de 2019. Um outro formato será apresentado aos jogadores a fim de oferecer “a melhor experiência para os players de todo o mundo”.

A desenvolvedora já detalhou como será o novo sistema. Não haverá mais caixas que dão itens aleatórios. Agora, eles terão total poder de escolha para os produtos selecionados. O modelo será similar ao usado em Fortnite: Salve o Mundo. Além das recompensas, estarão disponíveis para compra o Rocket Pass Premium, DLCs de carros e itens esports.

“Aqui na Psyonix, e na Epic Games como um todo, estamos dedicados a criar a melhor experiência possível para os jogadores de todo o mundo. Em busca de alcançar esse objetivo, em breve removeremos todas as loot boxes randômicas de Rocket League, substituindo-as por um sistema que mostrará exatamente os itens que você vai comprar”, diz a companhia, em post no seu blog oficial.

Outras informações serão divulgadas durante os próximos meses, garante a empresa. Como, por exemplo, a data exata em que o update será liberado.

Com mais de 40 milhões de jogadores, Rocket League é um jogo extremamente popular. Ele está em promoção na PlayStation Store. Com desconto de 50%, ele está saindo por apenas R$ 30,75. Super divertido para jogatina multiplayer online ou no sofá, ele é um futebol com carros. E, por mais estranho que isso pareça, é incrível.

Rocket League é da Epic Games 

A semelhança com o formato de Fortnite não é aleatória. Em maio de 2019, a Psyonix foi adquirida pela Epic Games. Apesar do trabalho da desenvolvedora permanecer independente, não é difícil de especular que as novas diretrizes vêm da publisher.

A companhia continua desenvolvendo novidades para Rocket League. Nos meses passados, um evento dos anos 80 estrelou no título com itens de personalização e carros temáticos. Além disso, a 12ª temporada anunciada terá início a partir do dia 28 de agosto.