Uma perda triste para a indústria dos videogames aconteceu na semana passada: Masaya Nakamura, fundador da Namco, morreu aos 91 anos. Masaya morreu no dia 22 de janeiro, de acordo com o site oficial da Bandai, porém a notícia de seu falecimento somente tornou-se pública no dia de hoje (30/01).

O website Kotaku postou, juntamente com a nota de falecimento, uma pequena biografia da trajetória vencedora de Mayasa, revelando o quanto especial este homem era.

O pai do Pac-Man

Em 1955, Nakamura estabeleceu a Nakamura Manufacturing, uma companhia de entretenimento a qual tornou-se, mais tarde, na Nakamura Amusement Machine Manufacturing Company, ou popularmente chamado, Namco. Em 2005, a Namco realizou uma fusão com a Bandai, tornando-se Bandai Namco.

Durante os anos da Segunda Guerra Mundial, os telhados das lojas de departamentos japonesas serviram de abrigos e lugares de entretenimento para as famílias, os quais detinham jogos arcade analógicos. Com isso, a Namco começou a fazer essas máquinas em larga escala.

No final dos anos de 1970 e início da década de 80, a empresa japonesa começou a deslanchar com os jogos arcades conhecidos, como Galaxian, Galaga, Pole Position e Xevious. Entretanto, foi o Pac-Man que realmente decolou as ações da companhia, tornando-a mundialmente famosa.

Pac-Man não somente foi o título mais badalado da Namco, como foi um dos principais jogos japoneses já feitos durante toda a história dessa indústria.

Masaya Nakamura foi homenageado em 2007 pelo prêmio Order of Rising Sun (Ordem do Sol Nascente, na tradução literal) através do governo do Japão pelas suas conquistas vitoriosas ao longo de sua vida.

Masaya estava trabalhando como consultor sênior da Bandai Namco e maiores informações acerca de seu falecimento não foram liberados, de acordo com a companhia, devido ao respeito por sua família, que assim desejou que fosse.

A equipe Meu PS4 demonstra respeito pela vida de Nakamura e agradece pelos lindos trabalhos realizados durante sua vida.