É isso mesmo o que você acabou ler. NieR: Automata, um dos grandes jogos de 2017, quase não aconteceu em razão de um motivo bastante inusitado e justo: Yoko Taro, o excêntrico criador da série, não gostava (ou não gosta ainda) nenhum um pouco de acordar cedo.

Em entrevista a USGamer (via Eurogamer), Taro explicou que, para ele, era muito difícil conciliar seu horário com o início do expediente na PlatinumGames. Apesar de cômico, é real mesmo:

A Platinum Games começa a trabalhar às 9h:30 da manhã e, enquanto sou freelancer, não gosto de acordar tão cedo. Por causa disso, passamos um mês discutindo sobre isso e o jogo chegou perto de ser cancelado, porque para mim, eles começavam a trabalhar cedo demais. Isto não é uma piada.

E 9h30 nem parece um horário tão cedo assim, não é verdade? Claro que não sabemos ao certo qual era a rotina de trabalho do produtor. Talvez ele fosse descansar muito tarde.

De qualquer forma, ainda bem que todas as dificuldades foram superadas. NieR:Automata se saiu muito bem vendas ultrapassando a marca de 3.5 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.

Uma edição especial, chamada NieR: Automata Game of the YoRHa Edition, foi lançada no dia 26 janeiro e vem com todos os DLCs.