O novo Guilty Gear, que foi anunciado durante a EVO 2019, será uma reconstrução completa da série. Quem afirma é o diretor da série de luta, Daisuke Ishiwatari, em publicação no Twitter da Arc System Works.

Ele frisa que não pretende implementar elementos nostálgicos ou levar o que já existe para o próximo jogo.

“O conceito desta vez não será como nos títulos passados – não é uma ‘evolução’ ou um ‘retorno às raízes’; também não é uma subtração dos elementos já existentes”, disse ele.

A reconstrução completa do qual ele fala, será uma nova experiência cheia de carisma e é claro, com muita pancadaria.

“Para alcançar esse objetivo, dividimos a série em fragmentos e destacamos as peças que a torna única e carismática, usando essas peças para fazer uma reconstrução completa da série”, afirmou Ishiwatari.

O diretor também comentou quais serão os desafios que sua equipe deve superar para transformar a franquia em um sucesso.

“Estamos confrontando diretamente a essência dos jogos de luta – um tremendo desafio para Guilty Gear. É um elevado risco de nossa parte. No entanto, temos acumulados imensos recursos e experiência, uma visão clara dos nossos ideais e o entusiasmo pelo futuro com novas possibilidades”, comentou.

Guilty Gear recebeu um pequeno trailer na EVO, que você pode assistir abaixo:

A Arc System Works confirmou recentemente que Guilty Gear será jogável na ArcRevo World Tour Final 2019 entre 16 e 17 novembro em Irvine, Califórnia. Se você é um felizardo que estará pela área nesses dias, vale a pena dar uma checada.

O jogo chegará em 2020 e o PlayStation 4 foi confirmado como um dos consoles a recebê-lo.