Aquisição de novos estúdios exige cautela, diz Sony

O presidente da PlayStation explicou como o processo é caro e exige um planejamento de integração.

A Sony não quer tomar ações precipitadas na hora de comprar novos estúdios. O presidente da PlayStation, Jim Ryan, disse que é necessário cuidado na aquisição de mais companhias que poderiam compor a lista de desenvolvedoras first-party.

Em entrevista ao Games Industry, Ryan explicou que a compra de estúdios  exige muitos recursos financeiros. O executivo também revelou que é necessário traçar um planejamento para obter a desenvolvedora correta, trazendo benefícios mútuos.

Estamos sempre de olho [em novas companhias], mas precisamos ser cautelosos e conversar sobre isso. Comprar estúdios é algo muito caro […] Há espaço para fazermos algo nessa área, mas precisamos garantir que seja a desenvolvedora correta. O lado da integração das cosias… É uma coisa chata de negócios, mas o mundo está cheio de exemplos de aquisições que tiveram resultados catastróficos.

Ryan relembrou o caso da aquisição da Guerrilla em 2005 e destacou que “vivemos em um mundo totalmente diferente daquela época”. O executivo ainda disse que as compras de novas estúdios “precisam encaixar com o portfólio da Sony e exercer uma grande atenção”.

Quais estúdios a Sony poderia comprar?

Nós reunimos uma pequena lista com os principais estúdios que a empresa japonesa poderia comprar para agregar às first-party. A Bluepoint Games e a Housemarque são as apostas com maiores chances devido às parcerias anteriores. Porém, encontros com os executivos da Remedy Entertainment podem sugerir o flerte entre as empresas. Confira todos os nomes!

Disqus Comments Loading...