Em meio a uma cultura onde os estúdios costumam adotar períodos de grande intensidade no desenvolvimento de seus jogos, a Obsidian se posicionou contra essa filosofia. Mesmo com prazos e contas a pagar, a desenvolvedora não acredita no “crunch time” e coloca os produtores como prioridade.

Quem revela a postura da companhia é o designer sênior de The Outer Worlds, Brian Hines. Segundo o produtor (via Games Industry), os funcionários são requisitados para horas adicionais de trabalho, mas nunca forçados. Aparentemente, mais e mais estúdios têm se conscientizado sobre o problema e adotado posturas mais leves.

A Obsidian não é desse tipo de estúdio e é o que faz as pessoas ficarem conosco por um bom tempo. De fato, nunca houve algo assim por um tempo. Uma das coisas que priorizamos é isso. Nós preferimos cortar algo do que fazer as pessoas não terem uma vida fora da indústria.

Obsidian prepara The Outer Worlds

Um game que promete, mesmo não sendo dos mais badalados na imprensa e pelo público nos últimos meses, The Outer Worlds está chegando. E, pelo destaque que ele ganhou nos conteúdos oficiais da Sony, é possível que surpreenda.

Vale lembrar que o título já está em pré-venda na PlayStation Store. Ele chega ao PS4 em 25 de outubro. Ou seja, em pouco mais de dois meses. E com uma pegada que tem tudo para agradar bastante gente.