As suspeitas de muita gente acabaram se confirmando. Sekiro: Shadows Die Twice foi planejado inicialmente como um novo Tenchu. Os rumores e teorias surgiram ainda na época em que o anúncio do jogo foi feito, apenas com um teaser bem enigmático. As primeiras imagens mais concretas do game apareceram apenas recentemente, durante a E3 2018.

A revelação foi feita Yasuhiro Kitao, o gerente de comunidades da From Software durante uma entrevista para o site Games Industry. Apesar de não ser desenvolvido pelo estúdio originalmente, a From Software detém os direitos de Tenchu desde 2004. O próprio andamento do projeto deste “novo Tenchu” fez com que a ideia original fosse descartada e se tornasse o que conhecemos hoje como Sekiro:

“Quando começamos a nos preparar para fazer algo diferente de Dark Souls ou nossos títulos anteriores, pensamos que seria interessante desenvolver um game com temática japonesa. Começamos com um direcionamento para os shinobis e ninjas, e claro que Tenchu era uma PI com esta história; este foi o impulso inicial do projeto. Mas conforme fomos desenvolvendo tudo, nos tornamos parceiros da Activision e começamos a construir o game juntos, percebemos que se tornou algo único e o jogo que gostaríamos de fazer não era mais apenas um Tenchu, então a coisa evoluiu para algo novo”.

Coincidentemente, a Activision também foi a editora dos jogos da série Tenchu no ocidente. Sekiro: Shadows Die Twice marca o começo da parceria entre a empresa e a From Software. Objetivo da desenvolvedora era expandir ainda mais a presença de seus games no mercado ocidental.

Recentemente, a From Software anunciou que Sekiro: Shadows Die Twice não terá nenhum tipo de microtransação. A empresa divulgou a informação após um mal entendido na PS Store listar a presença de compras opcionais dentro do jogo.

O game chega em 22 de março de 2019.