A Blizzard anunciou o banimento de mais de 18 mil jogadores sul-coreanos de Overwatch por mau comportamento. O objetivo da empresa é ser rigorosa com os jogadores tóxicos e tentar melhorar uma experiência mais amigável para todos.

O diretor do jogo, Jeff Kaplan, assegurou à comunidade que a companhia está tomando providências necessárias para punir os jogadores que possuem um comportamento desrespeitoso dentro do jogo. Ele reconhece que a toxicidade é um dos principais problemas de Overwatch e tem sido o foco da Blizzard.

No fórum oficial do estúdio (via PlayStation LifeStyle), todas as 18.188 contas banidas foram listadas. Dentre os motivos estão xingamentos, assédios, AFK e outros.

Além de punições dentro do jogo, a Blizzard está compromissada em banir tais atitudes fora de Overwatch. A empresa rastreia os comportamentos através das redes sociais e outras ferramentas. Streamers do YouTube e/ou Twitch também serão punidos por mau comportamento, assim como todo jogador casual deveria ser.

Em julho de 2018, o diretor revelou que os chats dentro dos jogos competitivos caíram em 26.4% nos servidores americanos e 16.4% na Coréia do Sul. Ainda sim, a companhia está focada em promover um jogo limpo de qualquer mau comportamento. Em 2019, é possível que veremos ainda mais contas banidas.