Depois de a Konami anunciar a exclusividade da Juventus para PES 2020, a EA sentiu. O reflexo recaiu direto sob as ações da proprietária da franquia FIFA. O clube italiano sempre esteve presente nos Fifinhas, mas passa a ser chamada de Piemonte Calcio e não contará com equipamentos, emblema ou estádio.

Como revela o site Eurogamer, no início do dia em 16 de julho, as ações da EA valiam, em unidade, $91.8 na NASDAQ, principal bolsa de mercado nos Estados Unidos. No final do mesmo dia, cada uma delas valia $89.55. Apesar de ser uma pequena variação, os números possuem impactos grandiosos em grandes capitais das companhias.

Ações da EA caem após Juventus se tornar exclusiva de PES 2020 1

Juventus em PES 2020 e consequências em FIFA 20

Aplicando um nome genérico para a Juve, a EA explicou que o Piemonte Calcio será um time como outro qualquer. Ratings dinâmicas no Kick-Off, química no FUT, itens dinâmicos possíveis (como jogadores da semana) e por aí vai. Basicamente, as grandes mudanças acontecerão na parte “estética” da Velha Senhora.

Por enquanto, FIFA 20 e PES 2020 estão em uma guerra de licenças. Após a exclusividade com a Juventus, a franquia da EA não deixou barato e anunciou a parceria com o Liverpool FC, campeão da Champion League e antigo exclusivo PES.

O diretor de PES 2020, Adam Bhatti, comentou sobre esse “cabo-de-guerra de licenças”. Apesar dele entender quem reclama das exclusividades, ele vê o recurso como um “mal necessário” para a competição no mercado.