O PlayStation 5 será um “grande salto” tecnológico. Quem garante é Alain Corre, diretor executivo da Ubisoft na Europa, Oriente Médio e África. Em entrevista ao Telegraph, ele destacou que a próxima geração de consoles chegará com bem mais atrativos do que a atual. Ao contrário do que muita gente acredita.

Primeiramente, Corre não concorda com a suposta “dificuldade” em aprimorar os consoles entre as gerações. Pelo contrário. Para ele, a busca pelo fim do loading, o foco no aspecto social e a melhoria gráfica provam que a mudança será, sim, significativa.

“Este é um conceito excitante para desenvolvedores de jogos”, comenta.

O executivo crê que o avanço das tecnologias ajudará a Ubisoft a “chegar a lugares ainda desconhecidos e apresentar coisas novas”. Como, por exemplo, a inteligência artificial de Watch Dogs Legion.

Vale frisar: este sentimento não é unânime na indústria. Há alguns dias, o chefe da Platinum Games, Atsushi Inaba, declarou que o PlayStation 5 não será “diferente de tudo”. Na opinião dele, é “mais do mesmo“.

E o próprio Alain Corre admitiu preocupação com a recepção da comunidade gamer aos próximos consoles. Opiniões como a de Inaba aparecem bastante, além de questões de preços e de como sair de uma geração tão bem sucedida para algo novo.

Para você, baseado no que sabemos até agora, vai valer a pena migrar de geração?