A primeira Raid de The Division 2 está programada para chegar amanhã (16) por meio do Title Update 3. A missão, chamada “Operation Dark Hours”, vai permitir até oito jogadores na mesma sessão. No entanto, a incursão não conta com matchmaking, não permitindo aos jogadores a organização de grupos aleatórios.

A ausência do recurso não foi bem vista pela comunidade, isso porque nem todos os jogadores possuem mais sete amigos jogando o multiplayer e, por isso, não terão como vivenciar o novo desafio – pelo menos, não como vencer sozinhos.

Alexandre Guenounou, um dos responsáveis pelo marketing de The Division 2, revelou através do Twitter que estará em buscas de respostas sobre a ausência do recurso. Ele garante a explicação completa ainda durante o dia de hoje (15).

Sobre o tópico do matchmaking na Raid em The Division 2: me deem um pouco de tempo para visitar o time da Ubi Massive e nós oferecemos a completa e total explicação sobre o caso.

“Operation Dark Hours” é uma operação de agentes que precisam invadir um local nada simples: o Aeroporto de Washington. O desafio promete ter um nível muito alto de dificuldade, assim como suas recompensas. Haverá armas e equipamentos exclusivos da Raid, além de um prêmio muito especial para um clã.

E não é só a incursão que chega como novidade no update. Também vai ser incluído um novo vendedor de blueprints, aumento da capacidade máxima de itens nos inventários, e correção de diversos bugs. A Ubisoft demonstra não medir esforços para manter The Division 2 relevante aos seus jogadores.