Em entrevista ao site 4Gamer.net, Masayasu Ito, chefe da divisão de engenharia da Sony, explicou, inicialmente, que o PS4 Slim e o PS4 Pro contariam com uma interface SATA 2.0 para conexão dos seus respectivos discos rígidos, entretanto o site publicou uma revisão do artigo esta semana.

Na retratação, segundo o texto, a Sony se corrigiu e informou que o PS4 Pro contará na verdade com uma interface SATA 3.0.

Esta pequena mudança reflete em um grande ganho de potencial. Enquanto no SATA 2.0 a transferência de dados é de aproximadamente 3.0 Gigabits por segundo, no SATA 3.0 ela é de 6.0 Gigabits por segundo. Ou seja, transfere o dobro de dados no mesmo espaço de tempo.

Na prática, uma maior taxa de transferência possibilitaria melhores performances em carregamentos e na própria instalação do jogo, que levaria menos tempo.

Por enquanto, a novidade estará disponível somente para o PS4 Pro. Além disso, a empresa não mencionou nada a respeito de suporte para HD externo, uma antiga cobrança dos usuários.

PS4 Pro

O PlayStation 4 high-end, ou mais poderoso, será lançado em novembro nos Estados Unidos por US$ 400 com a promessa de oferecer um produto mais incrementado e é destinado aos entusiastas de alto desempenho nos jogos (framerate; FPS).

Com um processador mais avantajado, o console terá suporte aos jogos em ultra-resolução, o famoso 4K. Contudo, o gamer que tenha intenção de aproveitar tudo que está por vir deverá ficar atento a dois fatores importantes:

  • Será necessário um televisor compatível com 4K;
  • Os jogos também deverão ser compatíveis.

No Brasil, não há nenhuma previsão para um lançamento oficial, entretanto as principais varejistas já listam o console em suas vitrinas virtuais e pretendem oferecê-lo por meio de importação.