Red Dead Redemption 2 é o título mais ambicioso da Rockstar Games até o momento. A dedicação da equipe de desenvolvimento é tanta que a companhia revelou que existiram semanas em que algumas pessoas chegaram a trabalhar por mais de 100h por semana.

Segundo a desenvolvedora, para um jogo da magnitude de RDR 2, foram necessários sacrifícios. Afinal, é uma “exigência” para uma produção com 300 mil animações e 500 mil linhas de diálogo gravada pelos mais de 1000 atores. Não foi algo recorrente, como ressalta o vice-presidente da companhia na entrevista para Vulture (via Eurogamer), foram momentos pontuais com parte do staff.

A situação foi comentada pelos principais veículos internacionais ao remeter pelo retrospecto da empresa, principalmente em 2010. Na época, funcionários da Rockstar San Diego trabalhavam mais de 12 horas por dia.

Com isso, as esposas dos funcionários compuseram “a carta das esposas” para a empresa suplicando para que seus respectivos maridos tivessem melhores condições de trabalho. Então, a desenvolvedora esclareceu que buscava realizar grandes produções e oferecia todo o suporte para assegurar as melhores condições possíveis, mesmo em casos extremos.

Ainda sim, a companhia segue satisfeita com o resultado final. Red Dead Redemption 2 chegará no dia 26 de outubro e todos poderão se perder neste incrível mundo criado.